PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Janela de transferências deve atrasar reformulação no elenco do São Paulo

Cuca, técnico do São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Cuca, técnico do São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

01/06/2019 11h18

Cuca foi repreendido por Raí, diretor executivo de futebol, ao falar que jogadores já sabem que sairão do São Paulo e o técnico pediu desculpas publicamente, em entrevista coletiva. Mas o elenco passará por reformulação, como a diretoria planeja desde a eliminação em fase preliminar da Libertadores. O que interfere e deve até atrasar o processo é a janela de transferências para o exterior, na metade da temporada.

O Tricolor deve dar pouco mais de uma semana de folga ao elenco depois do último jogo antes da parada das competições por conta da Copa América, contra o Atlético-MG, no dia 13, em Belo Horizonte. O retorno será na última semana de junho, provavelmente, ainda sem os clubes das principais ligas do exterior podendo contratar ninguém.

O mercado europeu estará aberto para transferências entre julho e agosto. Esse calendário pode fazer com que jogadores que estão entre os que devem sair do São Paulo sigam com vínculo ainda depois do retorno do Campeonato Brasileiro após a Copa América - o primeiro compromisso é contra o Palmeiras, em 14 de julho, com mando tricolor.

Os dirigentes já pensam em como lidar com essa situação. Não está descartado, por exemplo, que alguns atletas sejam afastados e treinem em horários alternativos aos trabalhos que Cuca comandará com o elenco que será mais utilizado. A solução de cada um dos casos está em pauta nas recentes reuniões envolvendo o técnico e a diretoria, principalmente Raí.

A reformulação prevista também afeta diretamente as três rodadas que restam no Brasileiro antes da Copa América. O regulamento da competição permite que um atleta atue por outro clube somente se tiver jogado, no máximo, seis vezes na Série A pelo time de origem. Assim, Cuca pode abrir mão já de alguns que não seguirão no São Paulo, mesmo se não houver anúncio oficial. Tudo para não complicar nenhuma negociação com outras equipes do país.

A saída de alguns jogadores é fundamental para a chegada de reforços. O São Paulo segue em busca de uma adequação financeira porque não contava com a eliminação tão cedo na Libertadores e nem mesmo na Copa do Brasil (caiu nas oitavas de final, primeira fase que disputou). Ao mesmo tempo, só é permitida a inscrição de atletas vindos do exterior até 20 de julho.

O cenário pede agilidade e habilidade de negociação, como acertar uma transferência para aliviar a folha salarial antes mesmo de um jogador já poder atuar pelo novo clube do exterior. Esse foi um dos motivos da bronca de Raí a Cuca. Qualquer detalhe pode tornar a situação ainda mais complicada.

São Paulo