Topo

Esporte


Após reunião, Aguirre rescinde com o Botafogo e finda passagem frustrante

Aguirre em ação durante treino do Botafogo - Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Aguirre em ação durante treino do Botafogo Imagem: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Do UOL, em São Paulo

29/01/2019 15h20

Rodrigo Aguirre chegou a um acordo para rescindir o contrato com o Botafogo. Na manhã desta terça-feira (29), o atacante uruguaio se apresentou antes dos demais companheiros e acertou o fim do vínculo com a equipe alvinegra, que havia assinado contrato o jogador até o meio de 2019.

O jogador de 24 anos já recolheu os seus pertences e se despediu do elenco na noite dessa segunda-feira, e não deve mais participar dos próximos treinos do time carioca. 

Em entrevista coletiva, Jean definiu Aguirre como ''sensacional'', exaltando o carisma do atacante fora dos campos, e confirmou o ''tom de despedida'': ''Acredito que deve fechar. Tenho certeza que, se ele sair, vai fazer falta. Não sei se faltou adaptação, mas nos treinos vi a qualidade técnica apurada. Só posso desejar sorte a ele''.

O uruguaio viajará ainda nesta terça-feira (29) para o Uruguai e é esperado pela esposa e pelo filho recém-nascido.

Ainda nesta terça, o Botafogo, que terá um alívio na folha salarial de R$ 160 mil por mês, enviará a documentação vinculada a Aguirre para a Udinese, da Itália, que detém os direitos econômicos do atacante.

O jogador realizou 25 partidas pelo clube carioca, sendo titular em oito, com apenas um gol marcado, contra o Sport, no Campeonato Brasileiro de 2018.

Relembre o gol de Aguirre contra o Sport

Gols UOL Esporte

Provável destino

Aguirre desembarcou no Botafogo cercado de expectativas após bom desempenho no Nacional-URU. O atacante chegou a atuar contra o próprio Botafogo na Libertadores de 2017, ano em que anotou 14 gols em 33 jogos pelo time uruguaio.

Amparado pela torcida nas redes sociais, o Glorioso firmou um acordo de 250 mil dólares (cerca de R$ 800 mil) com a Udinese pelo empréstimo do jogador.

Agora, o próximo passo de Aguirre será o futebol equatoriano. Isso porque, segundo informações da Rádio Tupi, a LDU aguarda apenas um aceno positivo do empresário do uruguaio para contratá-lo por três temporadas e adquirir 50% de seus direitos econômicos junto ao time italiano.

Esporte