PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Na despedida de Cuca em Recife, Santos terá ao menos seis desfalques

26/11/2018 06h00

A despedida do técnico Cuca do Santos será com um time bastante mexido. O treinador terá ao menos seis desfalques no último jogo do Campeonato Brasileiro, contra o Sport, na Ilha do Retiro, no próximo domingo. O Peixe não tem mais chances de classificação à Libertadores de 2019 e, por isso, não tem mais pretensões no torneio. O comandante poderá fazer testes no time, embora não vá dar sequência ao trabalho.

Três jogadores estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo: o lateral-esquerdo Dodô, o volante Alison e o atacante Gabriel. O ala tem a permanência ainda incerta no Peixe em 2019, o contrato de empréstimo acertado com a Sampdoria-ITA acaba em dezembro. Há uma negociação em andamento.

Já Gabigol não fica no Alvinegro. O atacante deve retornar à Inter de Milão e só então resolver onde será sua próxima temporada. O camisa 10 é o artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 18 gols.

Jean Mota pode ser usado na lateral e Rodrygo deve compor o ataque com Felippe Cardoso e Derlis González. Quem também não joga é Carlos Sánchez. O volante uruguaio recebeu cartão vermelho direto e deve ceder lugar a Bryan Ruiz na equipe titular no Recife.

No banco de reservas, mais desfalques. O volante Renato se despediu dos gramados no último sábado, na Vila Belmiro, e não estará à disposição de Cuca no último jogo da temporada. Já Lucas Veríssimo, com problemas no joelho direito, só retorna em 2019.

Esporte