PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sob risco de queda e pressão por vaga na Sul-Americana, goleiro do Flu ressalta: 'São duas finais agora'

25/11/2018 21h32

A péssima fase do Fluminense parece não ter fim. Diante do Internacional, no Beira-Rio, o time de Marcelo Oliveira acabou sofrendo dois gols na reta final e saiu derrotado, por 2 a 0, em duelo válido pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro - e o sétimo seguido sem vitórias ou gols do Tricolor.

Com isso, o risco de queda para a Série B só aumentou, isso às vésperas do decisivo confronto de volta pelas semifinais da Copa Sul-Americana, contra o Atlético-PR, a ser realizado nesta quarta, no Maracanã. Após nova derrota, Rodolfo comentou a respeito da pressão cada vez mais estrondosa.

- A gente tem que começar a trabalhar para o jogo de quarta. Pensar na Sul-Americana. Para a gente é uma final. A gente não pode deixar finalizar o ano com uma coisa que pode destruir nossa carreira (rebaixamento). É o nosso jogo e teremos que trabalhar muito. São duas finais agora. Tem que ganhar, fazer gol, jogar bem. Tem que ganhar - disse o goleiro, substituto pontual de Júlio César, preservado pelo treinador e que sequer viajou para Porto Alegre, ao canal "Premiere".

A derrota deixa o Fluminense com 42 pontos, a apenas dois pontos da zona do rebaixamento. A última rodada será um confronto direto contra o América-MG, justamente o time melhor colocado dentro do Z4. Já pela Sul-Americana, o Tricolor precisa tirar a vantagem de 2 a 0, conquistada na ida pelo Furacão.

Esporte