PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Maurício Galiotte é eleito presidente do Palmeiras por mais três anos

24/11/2018 17h25

Maurício Galiotte foi reeleito neste sábado presidente do Palmeiras e comandará o clube no próximo triênio, de 2019 a 2021. Ele venceu Genaro Marino, seu atual vice-presidente e candidato da oposição, por 1843 votos a 1176.

Inscrito na chapa de número 100, Maurício terá como vices pelos próximos três anos: Paulo Roberto Buosi, Décio Perin, Alexandre Zanotta e José Eduardo Caliari. A patrocinadora e conselheira Leila Pereira é uma das principais apoiadoras da candidatura da situação.

Genaro, com a chapa de número 200, contava com Paulo Nobre como maior cabo eleitoral, tanto que seus vices eram todos ligados ao ex-presidente: José Carlos Tomaselli, Ricardo Galassi, Luis Fronterotta e Guilherme Pereira. O opositor saiu de dentro da própria gestão, já que rompeu com Maurício por divergências quanto a entrada de Leila na política do clube.

Com a reeleição de Galiotte, a tendência é de que a Crefisa renove por mais três anos, assim como o presidente promete trabalhar para manter o diretor de futebol Alexandre Mattos pelo mesmo período no clube. Encerrado o período político, haverá, também, a negociação para renovar com jogadores que encerram contrato em dezembro, como Jailson, Fernando Prass e Edu Dracena.

Maurício Galiotte tem 49 anos, é casado, pai de três filhos e sócio do clube desde 1978. Antes de ser presidente entre 2017 e 2018, foi diretor adjunto de esportes não profissionais, diretor social, além de primeiro vice-presidente nas duas gestões do seu hoje rival político Paulo Nobre. Ele tem chance de conquistar seu primeiro título como presidente no domingo, caso o Verdão vença o Vasco para ganhar pela décima vez o Brasileiro.

Esporte