PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Por regimento de Rueda, Conselho do Santos deve ter reunião extraordinária

Guilherme Kastner/assessoria
Imagem: Guilherme Kastner/assessoria

23/11/2018 06h00

Ex-membro do Comitê de Gestão e candidato à presidência do Santos em 2017, Andrés Rueda protocolou na tarde da última quinta-feira uma solicitação à mesa do Conselho Deliberativo exigindo a votação do novo regimento do órgão colegiado. Presidente do Conselho, Marcelo Teixeira tem até 15 dias para convocar o encontro de conselheiros. A próxima reunião oficial acontece no dia 27 de novembro, mas o regimento não está em pauta. Rueda colheu a assinatura de 104 conselheiros do clube para endossar a exigência da reunião.

Embora tenha assinado em maio deste ano a solicitação para que o regimento novo do Comitê de Gestão fosse colocado em votação, o presidente José Carlos Peres voltou atrás na tarde da última quinta, solicitando que tal pauta fosse retirada da reunião do dia 27. Poucas horas depois, e após ter entrado em contato com os membros do Comitê, Rueda protocolou a solicitação no Conselho.

A mudança proposta por Rueda tem como objetivo regulamentar a atuação do Comitê de Gestão, com gravação das reuniões semanais, registro em cartório e voto aberto dos membros. Em cada novo contrato assinado, terá de constar a ata da reunião que aprovou a contratação, evitando decisões unilaterais do presidente do clube, cargo ocupado atualmente por Peres. Sem isso, de acordo com o novo regimento, o contrato não teria validade.

A refuta de Peres em colocar o regimento na reunião do dia 27 foi baseada, de acordo pessoas ligadas ao presidente, no fato de uma reforma estatutária estar sendo feita nos bastidores. O projeto deve ser apresentado no começo de 2019 e, em um dos novos itens, excluí o Comitê de Gestão. Desde o primeiro semestre, também, muitos membros do órgão foram trocados. Os novos membros não assinaram o documento.

Neste momento, portanto, nem o presidente e nem seus aliados vêem a necessidade de levar a discussão ao Conselho. Em um futuro breve, o Comitê de Gestão pode ser tornar obsoleto. Mesmo assim, a reunião entre os conselheiros para tratar exclusivamente do tema deve acontecer ainda neste ano.

Na reunião do dia 27, as pautas serão a aprovação da embaixada de Campinas, homologação de novo membro da Comissão de Estatuto, apresentação pelo Conselho Fiscal do relatório de contas do 3º trimestre e a discussão do orçamento de 2019. Assuntos considerados suficientemente densos para serem colocados junto com a votação do novo regimento.

Esporte