PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Brasileiro, ex-Tubarão-SC, entra para a seleção do Campeonato Sueco

23/11/2018 17h08

A vida do brasileiro Neto Borges mudou drasticamente em um ano. Antes de ser contratado pelo Atlético Tubarão, em 2017, o lateral-esquerdo ainda sonhava com a chance de se tornar um jogador de futebol profissional. E ele não desperdiçou a oportunidade. Suas boas atuações pelo clube catarinense lhe renderam o título da Copa Santa Catarina do ano passado e chamaram a atenção dos olheiros do Hammarby, um dos mais tradicionais clubes da Suécia.

- Quando vimos o Neto jogando, percebemos que era um atleta com grande potencial e apostamos nele. O Tubarão está sempre atento para as boas oportunidades do mercado e fico feliz em ver que ele está ganhando esse protagonismo na Suécia. É um garoto com muita determinação e que merece todo esse reconhecimento - contou Júnior Chávare, diretor de futebol do time de Santa Catarina.

Agora, o jovem de 22 anos é uma das principais peças da equipe nórdica e ajudou a construir uma de suas melhores campanhas no campeonato nacional, que terminou no último domingo. Depois de brigar pelo caneco até a reta final, o Hammarby terminou na quarta posição, e o lateral caiu nas graças da torcida após ser titular em quase todos os jogos da temporada. Além disso, ele foi considerado o melhor de sua posição na competição e entrou para a seleção do torneio.

O sucesso obtido com Neto fez com que os olheiros do time sueco voltassem à Santa Catarina para visitar o CT do clube e acompanhar alguns jogos, em busca de novos talentos. O Tubarão detém o certificado de clube formador e atrai tanto o mercado nacional, quanto o internacional para as promessas de suas categorias de base e também do profissional.

O presidente de Atlético Tubarão, Luiz Henrique Ribeiro, acredita que outros jovens do elenco terão as mesmas oportunidades do ex-lateral do Peixe.

- Acredito que esse tipo de situação será cada vez mais rotineira aqui. Depois que recebemos esse certificado de clube formador, outros times passaram a prestar mais atenção no trabalho realizado por nós. Casos como o do Neto vão acontecer outras vezes com certeza, pelo trabalho e dedicação que todos, funcionários e atletas, têm no dia a dia - comentou o mandatário.

Esporte