PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dorival defende Rômulo; já Berrío pode ganhar mais minutos no Flamengo

REUTERS/Ricardo Moraes
Imagem: REUTERS/Ricardo Moraes

17/11/2018 12h22

As vaias que vieram da arquibancada do Maracanã na etapa final da partida contra o Santos, ao Rômulo ser substituído pelo jovem Jean Lucas, deixaram claro que a relação do volante com a torcida não é boa. O meia, apesar de não ter tido uma atuação ruim, na visão de Dorival Júnior, não foi "perdoado" pelos rubro-negros. O técnico do Flamengo, por sua vez, saiu em defesa do jogador.

"Temos que ter paciência com o Rômulo. Trabalhador, tem muitas qualidades e ninguém desaprende a jogar futebol. Teria um pouco mais de calma, é um cara confiável, responsável e respeitado pelo elenco. Acredito muito nele, acho que tem muitas coisas a realizar ainda", analisou o comandante do Rubro-Negro.

Rômulo acertou 23 dos 26 passes que tentou (88,5% de aproveitamento), finalizou uma vez contra à meta de Vanderlei, fez dois desarmes e uma falta. Dorival Júnior explicou que sua saída, aos 24 minutos do segundo tempo, foi para dar novo "fôlego" ao meio de campo e maior proteção à defesa com a presença de Jean Lucas. O treinador do Flamengo ressaltou que o camisa 27 não foi mal enquanto esteve em campo e pode voltar a utilizá-lo na reta final.

Com o retorno de Lucas Paquetá e Willian Arão, que cumpriram suspensão diante do Santos, Rômulo deve voltar a ser opção entre os reservas do time. Domingo, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo enfrenta o Sport em Recife, na Ilha do Retiro. O Leão luta contra a ameaça do descenso.

Mais minutos para Berrío 

Uma grave lesão no joelho esquerdo afastou Orlando Berrío dos jogos entre outubro de 2017 e setembro de 2018. Plenamente recuperado da cirurgia, o colombiano agora "luta" para recuperar o espaço na equipe do Flamengo. A ideia da comissão técnica é dar mais minutos ao jogador a cada oportunidade.

Dorival Júnior comentou o crescimento do atacante, que foi acionado na etapa final do jogo contra o Santos e deu assistência para o gol de Henrique Dourado.

"Aos poucos, vem recuperando as melhores condições. Ainda não está produzindo dentro de seus melhore momentos. Temos que ter paciência e proporcionar a cada vez um tempo maior para que complete a recuperação", disse.

No lance que garantiu a vitória rubro-negra no Maracanã, Berrío foi lançado por Diego e invadiu a área pelo lado direito de ataque. Com um toque só na bola, encontrou o Ceifador em condições de balançar a rede adversária. De acordo com o camisa 28, é uma jogada trabalhada nos treinos no Ninho.

"É uma jogada que temos treinado muito. O Diego sabe que entro muito bem nas costas do zagueiros e esperei que ele levantasse a cabeça para lançar. Eu sabia que o Dourado estaria ali, dei a assistência e fomos felizes", disse Berrio.

Minutos de Berrío desde recuperação de lesão

8 de setembro
Flamengo 2x0 Chapecoense - 11 minutos em campo

15 de setembro
Vasco 1x1 Flamengo - 12 minutos em campo

29 de setembro
Bahia 0x0 Flamengo - 2 minutos em campo

13 de outubro
Flamengo 3x0 Fluminense - 10 minutos em campo

15 de novembro
Flamengo 1x0 Santos - 20 minutos em campo

Esporte