PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ceará se mantém focado, vira bem contra a Chapecoense e sai do Z4

30/09/2018 20h55

A Chapecoense até saiu na frente diante do Ceará em jogo na Arena Castelão pela 27ª Rodada da Série A do Brasileirão marcado pela disputa direta em saída da zona de rebaixamento. Porém, a força do fator casa e muito poder de concentração do Vozão foram determinantes para a virada do placar e a construção de um resultado importante para as pretensões do time nordestino.

Com o resultado, enquanto o Ceará sobe para o 15° lugar com 30 pontos ganhos, a Chape desce para a 18ª posição seguindo com 28 unidades.

Arena Castelão ou Arena Condá?

Os primeiros 10 minutos de jogo em nada pareciam remeter a postura de uma partida entre as duas equipes em se tratando do palco ser a capital cearense. Enquanto a Chapecoense era quem conduzia por mais tempo a bola e buscava a construção mais cadenciada das jogadas, o Vozão era a equipe que apostava nos contra-ataques.

Mesmo com as estratégias bem definidas, nenhum dos dois lados era eficiente quando chegava a hora de finalizar nas metas defendidas por Everson e Jandrei.

Velocidade e catarinenses na frente

O jogo parecia bastante equilibrado, com o Ceará tendo melhorado na questão criativa e tendo deixado o duelo equivalente após o período inicial da partida.

Porém, em uma desatenção do sistema de marcação nordestino, a Chape cobrou falta rapidamente com Bruno Pacheco sendo acionado na ponta esquerda e cruzou na grande área. Após a bola ser espalmada por Everson, ela sobrou nos pés do meia argentino Doffo que, com tranquilidade, bateu para o gol e abriu a conta em Fortaleza.

Mudança de panorama

Por razões óbvias, o Alvinegro de Porangabuçu passou a não só sair mais ao ataque como assumir o protagonismo para evitar o revés em seus domínios. Dentro dessa realidade, a melhor oportunidade criada veio aos 41 minutos quando Arthur Cabral antecipou a marcação da defesa da Chapecoense e testou com força e viu a bola bater no travessão de Jandrei antes de sair pela linha de fundo.

Valdo salva e virada instantânea

O zagueiro Valdo, na etapa complementar, foi em um intervalo de sete minutos fundamental para que o Ceará e a sua barulhenta torcida seguisse elevando a temperatura do jogo lá no alto. Além de salvar em cima da linha chute de Bruno Silva quando o arqueiro Everson estava fora do gol, o camisa 3 do Vozão apareceu no ataque para completar bola ajeitada no alto por Arthur.

E coube justamente a Arthur o gol da virada três minutos depois da igualdade na sua melhor característica: Força física e chute potente. Após ganhar na disputa de Nery Bareiro, o centroavante encheu o pé soltando um "balaço", chegando Jandrei a tocar na bola antes dela entrar no ângulo, que fez estremecer de vez as arquibancadas da Arena Castelão.

Fecha a conta, Vozão!

Com o contra-ataque à disposição no avanço das linhas da Chapecoense, o Ceará teve seu contra-ataque afiado como arma mortal para consolidar a importante vitória. Aos 31, Leandro Carvalho recebeu bola em velocidade, fintou a marcação e chutou por baixo de Jandrei, 3 a 1 Vozão, placar final.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ X CHAPECOENSE

Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)

Data-Hora: 30/9/2018 - 19 h

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)

Auxiliares: Fabricio Vilarinho (FIFA-GO) e Guilherme Dias Camilo (FIFA-MG)

Cartões amarelos: Luiz Otávio, Arthur, Arnaldo, Leandro Carvalho (CEA); Rafael Thyere, Victor Andrade, Eduardo, Canteros, Bruno Pacheco (CHA)

Cartões vermelhos: -

Gols: Doffo (34'/1°T) (0-1), Valdo (10'/2°T) (1-1), Arthur (13'/2°T) (2-1) e Leandro Carvalho (31'/2°T) (3-1)

CEARÁ: Everson; Samuel Xavier, Luiz Otávio, Valdo e Felipe Jonathan; Edinho, Richardson, Juninho Quixadá (Ricardinho, aos 29'/2°T) e Calyson; Arthur (Ricardo Bueno, aos 40'/2°T) e Leandro Carvalho (Eder Luis, aos 46'/2°T). Técnico: Lisca.

CHAPECOENSE: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo (Canteros, aos 20'/1°T), Diego Torres (Vinicius, aos 40'/2°T) e Doffo, Victor Andrade (Bruno Silva, no intervalo) e Leandro Pereira. Técnico: Guto Ferreira.

Esporte