PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Rodrigo anuncia aposentadoria. "Não mudaria nada do que fiz"

27/09/2018 10h21

Rodrigo, ex-zagueiro de grandes clubes do futebol nacional, como Flamengo e Vasco, anunciou a aposentadoria do futebol. Aos 38 anos, o jogador estava sem atuar desde o rebaixamento da Ponte Preta, no dia 26 de novembro de 2017, quando foi expulso por colocar o dedo médio entre as nádegas de Tréllez, que atuava pelo Vitória. A informação foi dada pelo Globoesporte.com.

- Eu já estava me programando para isso. Estou oficializando a aposentadoria mesmo. Fiquei um pouco afastado do futebol, colocando a minha vida em ordem. Quando você joga, não tem tempo para nada. Aproveitei para curtir um pouco a família. Os três últimos anos da minha carreira foram muito desgastantes, desde o Vasco até a Ponte - disse o agora ex-zagueiro

No Brasil, Rodrigo atuou por São Paulo, Flamengo, Grêmio, Internacional, Vitória, Goiás e Vasco da Gama. Também teve uma passagem pelo Dínamo de Kiev, da Ucrânia. O jogador, que ficou marcado pelas opiniões polêmicas em relação a Fred e Guerrero e as desavenças com o técnico Milton Mendes, disse que não se arrepende de nada na carreira.

- Fiz tudo o que tinha de ser feito. Se briguei por alguém, é porque estava defendendo a camisa que tinha me contratado. Tenho muito carinho por todos clubes que passei. De todos estaduais que disputou, único que não ganhei foi em Salvador. Sou um cara realizado. Não mudaria nada do que fiz. É difícil falar de acertos e erros, ainda mais para jogador de futebol, que vai do céu ao inferno mesmo sem ter culpa às vezes. Aprendi muito no futebol também, afirmou.

Agora aposentado, Rodrigo pensa em continuar no futebol, mas em outro ramo. Ele ainda não definiu qual, mas em quanto isso, o ex-jogador aproveitará o tempo para colocar os estudos em dia.

- A única coisa que posso falar é que vou fazer alguma coisa no futebol. Vou continuar nesse meio. Quem jogou bola durante quase 20 anos... Conheço muito bem, eu gosto, tenho relacionamento bacana com os jogadores, tanto os meninos, como os mais velhos. Agora vou estudar, fazer algum curso. Quero continuar os estudos que parei durante a carreira, aprender outra língua.

Esporte