PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Copa do Brasil pode fazer Sheik ser um dos maiores da história do Timão

26/09/2018 07h50

Protagonista na conquista da Copa Libertadores, em 2012, o atacante Emerson Sheik tem uma oportunidade única de entrar na história dos grandes vencedores do Corinthians. Com sete títulos pelo clube de Parque São Jorge, o veterano jogador, de 40 anos, tem na Copa do Brasil sua última oportunidade de levantar mais um caneco com o Timão.

Embora não seja titular com o técnico Jair Ventura e seja pouco provável que entre em campo na noite desta quarta-feira, quando a equipe mede forças com o Flamengo, por uma vaga na final da Copa do Brasil, o atacante está muito próximo de fazer parte de um grupo muito pequeno de jogadores com oito títulos pelo clube.

Além do torneio continental, Sheik ganhou o Mundial de Clubes (2012), duas edições do Campeonato Brasileiro (2011 e 2015), duas edições do Paulistão (2013 e 2018) e mais a Recopa Sul-Americana, em 2013.

O camisa 47 do Corinthians precisa de mais uma conquista para igualar Danilo, Cássio, Alessandro, Chicão, Marcelinho Carioca, Kléber, Neco e Del Debbio - os maiores vencedores da história do Timão.

Importante ressaltar que o levantamento considera apenas os jogadores que fizeram pelo menos uma partida na campanha vitoriosa, e apenas em torneios oficiais. Sendo assim, o goleiro Júlio César, que esteve no elenco em nove conquistas, mas não entrou em campo em algumas delas, não entra na conta.

O mesmo acontece com o meia Danilo no Paulistão do ano passado, já que, embora estivesse no grupo, não participou da campanha.

Desta forma, para alcançar seu objetivo Sheik necessita ganhar a Copa do Brasil nesta temporada, já que seu contrato vai até o fim do ano e o Corinthians não deve brigar pelo título do Brasileirão.

Curiosamente, o primeiro passo para isto é derrotar o Flamengo, time que abriu as portas ao atacante em seu retorno ao país, na noite desta quarta.

Esporte