PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Freguês! Lemar se destaca e Atlético de Madrid supera Getafe no Espanhol

22/09/2018 15h34

Neste sábado, o Atlético de Madrid confirmou o retrospecto favorável e venceu o Getafe, sem maiores dificuldades, por 2 a 0. Thomas Lemar marcou seu primeiro gol pelos Colchoneros e por pouco não marcou dois: o camisa 11 foi quem fez o chute, mas o primeiro gol da partida foi do goleiro Soria, contra sua própria meta.

A partida também carimba a série positiva dos Colchoneros sobre o 'freguês' Getafe: a equipe de Madri está há exatos 14 jogos sem perder e sem sofrer quaisquer gols dos Azulones.

O JOGO

?O primeiro tempo foi marcado principalmente pela rapidez no toque de bola, tanto do lado do Getafe quanto do Atlético de Madrid. Todavia, essa rapidez não necessariamente se traduziu em precisão no passe: ambas as equipes terminaram a primeira etapa com cerca de 75% de toques certeiros.

O Atlético de Madrid abriu o placar após uma verdadeira bomba de Thomas Lemar, de fora da área, aos 14 minutos de partida. O camisa 11 fez o chute, a bola bateu no travessão e nas costas do goleiro David Soria antes de entrar no gol. Pelo desvio no arqueiro do Getafe, na súmula, consta que o gol foi contra.

O gol confirmou o momento de maior pressão dos Colchoneros no duelo, dominado pela equipe de Madri no começo da etapa inicial. O panorama mudou do meio para o final do primeiro tempo, quando o Getafe soube controlar melhor a posse de bola e deu trabalho à defesa do Atleti.

Foi nos 45 minutos finais que Lemar finalmente pôde bater no peito e comemorar seu primeiro gol pelo Atlético de Madrid. Griezmann lançou bela bola para Koke, que fez o passe para o camisa 11 limpar a marcação do goleiro Soria e chutar para o fundo das redes do Getafe.

Ivan Alejo, que tinha entrado na vaga de Ndiaye no Getafe, foi expulso em menos de cinco minutos dentro de campo. Na sequência de uma dividida de bola com Filipe Luis, o camisa 23 dos Azulones deixou a sola da chuteira no tornozelo de Saúl e levou o vermelho direto. Com um jogador a menos, o treinador Pepe Bordalas sacou Molina para a entrada de Sergi Guardiola.

Mesmo com dez jogadores, o Getafe seguiu fazendo pressão na defesa do Atlético. Com os três pontos garantidos, os Colchoneros claramente se contentaram apenas em administrar o placar favorável. Vale destacar, ainda, a atuação de Godín, que entrou para compor a zaga com a saída de Filipe Luis. Com a alteração, o técnico Diego Simeone movimentou Lucas Hernandez para a lateral esquerda.

?

Panorama na tabela

Com o resultado, o Atlético de Madrid deu um salto e subiu à quinta colocação do Campeonato Espanhol, com oito pontos. Em cinco rodadas na La Liga, são duas vitórias, dois empates e uma derrota, esta para o Celta na terceira rodada. Já o Getafe caiu para a sétima posição da tabela e segue com sete pontos acumulados; são dois triunfos, um empate e duas derrotas.

Esporte