PUBLICIDADE
Topo

Esporte

10 minutos em dois meses: Matheus Savio 'ressurge' como opção no Fla

21/09/2018 06h00

A ausência de Diego, suspenso pela expulsão no clássico com o Vasco, pode fazer Maurício Barbieri recorrer a um nome que está "esquecido" no elenco rubro-negro: Matheus Savio. O treinador do Flamengo comentou a baixa do camisa 10, ressaltando que há alternativas para suprir a ausência à altura.

A opção mais natural - com a qual Barbieri também trabalha -, é a entrada de Willian Arão, com Lucas Paquetá ganhando liberdade para formar a dupla no meio de campo ao lado de Everton Ribeiro. O treinador analisou as opções.

- Diego faz falta pela experiência, liderança e qualidade, mas temos jogadores com características parecidas e capazes de suprir essa ausência. Nunca serão iguais. Estamos avaliando as soluções. Uma delas pode ser o Matheus Savio, mas também podemos optar pelo Lucas (Paquetá) mais adiantado - analisou.

Cria da Gávea, Matheus Savio defendeu o Estoril, de Portugal, no primeiro semestre deste ano. Retornou ao Rio de Janeiro e, a pedido de Maurício Barbieri, foi reintegrado às atividades no Ninho do Urubu a partir de maio, ganhando as primeiras chances no Flamengo logo após a Copa do Mundo.

Foram três rodadas seguidas do Brasileirão sendo utilizado (7 minutos contra o São Paulo, 71 contra o Botafogo e 72 contra o Santos). O início promissor do meia, com destaque para um belo gol no clássico carioca, não teve sequência.

Desde então, Matheus Savio só foi utilizado diante do Inter, em 5 de setembro. Os 10 minutos jogando no Beira-Rio, na derrota por 2 a 1, são os únicos do jovem meia nos últimos dois meses, período no qual o time disputou 15 jogos.

Esporte