PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Barbieri defende posse de bola do Fla e vê caminho para conquistar o título

20/09/2018 15h10

Faltando 13 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, o Flamengo se vê em um momento de baixa, caindo da liderança para o quarto lugar da tabela depois da Copa do Mundo. Apesar disso, existe confiança no trabalho e na disputa pelo título nacional até o fim, reforçou o técnico Maurício Barbieri.

Antes da atividade no Ninho do Urubu, o comandante - questionado pelos resultados ruins - lamentou a distância de cinco pontos para São Paulo, mas avaliou como possível a recuperação do Rubro-Negro até o fim do Brasileirão.

- Evidente que gostaríamos que a distância fosse menor ou que estivéssemos na ponta. Acho que precisamos encontrar de novo a consistência para voltar a ter uma sequência de vitórias. Não tivemos uma sequência de derrotas, mas estamos inconstantes - analisou o treinador do Flamengo nesta quinta-feira.

Com a sequência de resultados ruins, a crítica em cima do time e têm sido por conta da ineficiência no ataque. Enquanto o Flamengo tem uma das maiores médias de posse de bola no Brasileirão, o setor ofensivo parou de funcionar após a Copa do Mundo.

Nas últimas cinco rodadas, por exemplo, foram quatro gols marcados. Apesar disso, Barbieri saiu em defesa da posse de bola e do estilo de jogo da equipe

- A posse de bola do Flamengo é efetiva. São raros os jogos que o adversário finaliza mais. Temos sido agressivos, mas pouco eficientes. Contra o Vasco, o Arão teve a possibilidade de gol no fim. Se faz, o assunto seria diferente hoje.

Antes de enfrentar o Atlético-MG no Maracanã, domingo às 16h, o Flamengo faz mais dois treinos no Ninho do Urubu, nos quais Barbieri definirá a equipe titular. O Rubro-Negro não contará com o meio-campista Diego, suspenso.

Esporte