PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Muitos gols, aprendizado e taça: São Paulo festeja título sub-17 no Japão

18/09/2018 17h51

A taça da J League Challenge Cup, conquistada pela equipe sub-17 do São Paulo na última segunda-feira, no Japão, representa mais do que o 61º título do clube na base desde a inauguração do CT de Cotia, em 2005. O fato de ter jogado um futebol bonito e marcado muitos gols contra equipes de diferentes escolas tem sido muito valorizado pelos profissionais do clube.

- Nosso desempenho foi muito satisfatório, conseguimos fazer seis jogos de um nível muito bom. O time conseguiu jogar um futebol muito bem jogado, organizado, um futebol bonito, leve, com gols bonitos, jogadas construídas, lances individuais, e desempenhamos a nossa proposta muito bem. Além dos resultados, construímos um saldo de gols bom e o título veio com um futebol bonito, o que nos deixa muito felizes - disse o técnico Rafael Paiva.

Foram seis vitórias em seis partidas, com 28 gols marcados e só quatro sofridos. O time teve também o artilheiro do torneio (Vitinho, com sete gols) e o melhor jogador (Antony).

- É claro que jogamos sempre para vencer e buscar títulos para o São Paulo, mas esse torneio foi muito mais do que isso para a gente, foi um aprendizado enorme. Pudemos mostrar a qualidade do nosso futebol jogando contra bons times, de escolas diferentes da nossa. E tivemos um desempenho muito bom, com seis vitórias em seis jogos e uma média de gols muito alta. E temos que valorizar muito esse trabalho que tem sido feito - disse o meia Talles, que também joga na Seleção Brasileira sub-17 e marcou um gol no torneio

O Tricolor enfrentou os japoneses Shonan Bellmare, Oita Trinita e Cerezo Osaka, o espanhol Real Sociedad e o sul-coreano Suwon Samsung durante a campanha.

- Enfrentamos formas de jogar distintas, e a resposta foi muito boa, conseguimos superar essas novidades e voltamos com atletas evoluídos. Os adversários japoneses são muito organizados, mas ainda falta finalizar as jogadas melhor. Já os coreanos eram fortes e deixaram os jogos muito difíceis, especialmente a final (vitória por 2 a 0). Os espanhóis têm um jogo de qualidade técnica, bons talentos individuais - analisou o treinador.

A equipe volta ao Brasil na noite de quinta-feira, e no sábado pela manhã já volta a atuar. O São Paulo enfrenta a Ponte Preta pela terceira rodada da terceira fase do Campeonato Paulista. O jogo acontece às 11h, em Águas de Lindóia, com entrada livre para a torcida.

Esporte