PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bruxa solta! Vasco 'culpa' calendário por número alto de lesões na equipe

25/08/2018 08h00

Um dos maiores problemas do Vasco nesta temporada vem sendo o número elevado de jogadores que estão se machucando e indo para o departamento médico do clube. E muitas destas lesões vêm sendo mais graves, como fraturas, o que acaba deixando o atleta de molho por um longo período. O último problema da série foi com o meia Thiago Galhardo, que sentiu dores no joelho esquerdo antes do jogo contra o Atlético-MG, na última quinta-feira, e com isto sequer ficou no banco de reservas.

Para o Vasco, a "culpa" pelo número alto de jogadores no departamento médico do clube se dá pelo calendário deste ano no futebol brasileiro. Ao ser questionado sobre este problema, o presidente Alexandre Campello destacou que por conta da Copa do Mundo da Rússia, disputada entre junho e julho, o espaço de tempo dos jogos antes e depois da competição mundial ficou apertado, o que de acordo com o mandatário, que também é médico, faz com que o número de lesões aumente.

- Ninguém fica satisfeito com lesão. Agora, não existe prevenção para fratura. Quando alguém fratura o cotovelo, como foi o caso do Paulinho, quando alguém puxa o ombro, como foi o caso do Leandro Castan, quando alguém quebra o antibraço, como foi o caso do Werley, não há como previnir... É natural que esse ano todas as equipes tenham muitas lesões por conta do calendário, que ficou apertado antes e depois da Copa do Mundo da Rússia. É natural que as lesões aumentem quando você joga duas vezes por semana, quarta e domingo - afirmou.

O Vasco vem investindo em prevenção dos jogadores, requerendo um cuidado especial para que se evitem as lesões - o que, conforme dito por Alexandre Campello, não dá para ser feito para as fraturas. Atualmente, estão no departamento médico o lateral-esquerdo Ramon e o zagueiro Leandro Castan - ambos com previsão de retorno em três semanas -, os zagueiros Breno e Henríquez e o volante Marcelo Mattos - sem previsões de retorno -, o meia Giovanni Augusto - que deve retornar em uma semana -, além do zagueiro Werley e do atacante Rildo - com previsão de retorno para outubro.

Esporte