PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Santos vai mal de novo e Atlético-PR finda jejum de vitórias de nove jogos

31/05/2018 22h55

O Santos segue sem vencer fora de casa no Campeonato Brasileiro. Na Arena da Baixada, em Curitiba, o Peixe acabou derrotado pelo Atlético-PR, por 2 a 0, com gols de Thiago Heleno e Guilherme.O resultado manteve o Alvinegro, com um jogo a menos, na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro ao fim da oitava rodada. Se o Peixe é o 18º, o Furacão é o 13º. Foco agora no Vitória, adversário deste domingo, na Vila Belmiro, pela nona rodada da competição. O Atlético visita o América-MG.

Identidade e intensidade

Faltou ao Santos duas coisas que sobraram ao Atlético-PR e o fizeram chegar ao gol ainda na primeira etapa: identidade e intensidade. O Furacão se fechou em sua defesa com duas linhas bem armadas e viu o Peixe inofensivo e descompactado com a bola nos pés. Sem identidade, faltou ao Alvinegro também intensidade, principalmente na marcação.

Foi em um vacilo da defesa que Thiago Heleno apareceu completamente livre para cabecear com precisão. Lucas Veríssimo até tentou marcá-lo, mas o deixou escapar. Em outro vacilo, dessa vez de Dodô, Nikão mandou lindo voleio, que parou na trave de Vanderlei.

Só Rodrygo salva?

Chamou a atenção durante o jogo o fato de que a bola pouco passou pelo meio-campo do Santos. Sem aproximação, os contra-ataques não foram eficazes e Rodrygo pareceu ser o único capaz de entregar algo diferente para salvar o time.

Bola parada de novo...

A construção do segundo gol do Atlético se deu de maneira parecida ao primeiro: em um lance de bola parada. Carleto cobrou falta com força, Vanderlei tentou segurar, não conseguiu e, no rebote, Guilherme fez.

Dejà vu que não dá certo...

Bem como fez contra o Cruzeiro, Jair optou por soltar mais o time tirando um volante para a entrada de Bruno Henrique. E justamente como contra a Raposa, a estratégia não deu certo. Pouco antes da mudança, Gabigol chegou até a marcar um gol, mas estava em posição irregular. No mais, a desconfiguração da equipe alvinegra seguiu exatamente igual. Em contra-ataques rápidos, o Atlético-PR poderia ter transformado a vitória em goleada. Sorte do desorganizado Santos, que ainda viu Vanderlei fazer uma boa sequência de defesas no fim da partida.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 2 X 0 SANTOS

Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)

Data-Hora: 31/5/2018 - 21h

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)

Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF)

Público/renda: 9.173 presentes/R$ 181.655,00

Cartões amarelos: Pablo (APR), Bruno Henrique (SAN)

Cartões vermelhos: -

Gols: Thiago Heleno (17'/1ºT) (1-0), Guilherme (8'/2ºT) (2-0),

ATLÉTICO-PR: Santos; Zé Ivaldo, Wanderson e Thiago Heleno; Matheus Rossetto, Camacho, Lucho González (Bruno Guimarães, aos 37'/2ºT) e Carleto; Nikão (Bergson, ais 45'/2ºT), Guilherme (Raphael Veiga, aos 33'/2ºT) e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Renato (Bruno Henrique, aos 19'/2ºT), Diego Pituca (Léo Cittadini, aos 33'/2ºT) e Jean Mota; Gabriel, Rodrygo (Yuri Alberto, aos 37'/2ºT) e Eduardo Sasha. Técnico: Jair Ventura.

Esporte