PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Atlético-MG pretende priorizar Campeonato Brasileiro em 2018

19/12/2017 17h47

Sem a Libertadores no calendário, o Galo terá um começo de ano mais tranquilo. Além do estadual, o time terá as primeiras fases da Copa do Brasil e a primeira fase da Sul-Americana, em abril e maio. É a primeira vez, desde 2012, que o Galo fica fora da principal competição do continente. Diante disso, o foco total do time alvinegro estará no Campeonato Brasileiro.

Sem levantar a taça da Série A desde 1971, o time tem feito boas campanhas nos últimos anos, mas tem batido na trave. Em 2012 e 2015, por exemplo, terminou com o vice-campeonato.

Para brigar pelo título brasileiro na temporada que vêm, o Atlético-MG precisa de contratações potentes. Mas o que dificulta na busca por novos reforços é o capital em caixa no Atlético-MG, que é inferior ao das últimas temporadas. Apesar disso, o novo diretor de futebol, Alexandre Gallo, acredita que o que pesa para os atletas não é o dinheiro mas a imagem de fazer parte do clube.

- A camisa do Atlético está acima disso. É uma equipe atrativa para qualquer jogador. Nós tínhamos dois cenários preparados (com ou sem Libertadores). Não podemos culpar ninguém e entendemos que as duas situações poderiam acontecer.

O dirigente destacou a campanha do Corinthians em 2017. Vale lembrar que o time paulista não disputou a Libertadores mas levantou a taça do Brasileirão.

- Quem fica fora da Libertadores tem tempo para se preparar para o Campeonato Brasileiro. Vamos brigar para estar nela (Libertadores) em 2019. O Atlético-MG quer isso, mas não é demérito (ficar fora) e nem atrapalha nossa busca por reforços.Nós planejamos um trabalho que tem que ser feito, como o Corinthians. É um encaixe que foi feito. Nós entendemos que temos um grupo já montado e temos um perfil com os atletas que já estão. Nos momentos difíceis que aparecem as grandes oportunidades.

Esporte