PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fagner quer Timão atento com Borja e minimiza ameaças em pichações

31/10/2017 18h21

Apesar de o Dérbi de domingo colocar frente a frente o líder e o segundo colocado do Brasileirão, o lateral-direito Fagner tentou minimizar a importância da partida que será realizada na Arena Corinthians. O jogador do Timão usou o velho discurso de que o clássico "vale os mesmos três pontos de qualquer outro duelo", mas pediu atenção com o Palmeiras, principalmente com o atacante Borja, que voltou a ser titular e marcou dois gols na última segunda.

- Vamos estudar o Palmeiras, traçar nossa estratégia e tentar tirar vantagem para a gente vencer o jogo. Futebol é muito da cabeça, confiança você não pega e tira na hora que você quer. A gente tem que tomar cuidado, tem um jogador (Borja) que retomou confiança. Vamos tomar cuidado, avaliar e fazer um jogo consciente - afirmou Fagner, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Um dos capitães do Corinthians nesta temporada, Fagner também comentou sobre as pichações no Parque São Jorge após a derrota para a Ponte Preta, no último domingo. O lateral minimizou as ameaças, como "jogue por amor ou por terror" e "acabou a paz".

- Não me incomoda porque sei da minha índole, do meu caráter, sei o que faço quando saio da minha casa, largo meus filhos e venho trabalhar. É uma coisa que não me afeta e bola pra frente - disse Fagner.

- Aqui no Corinthians a gente vive em time grande, vive pressão constantemente. Jogar em time grande é assim, você é pressionado por resultado e desempenho e precisa ter tranquilidade de se preparar bem para fazer um grande jogo, é o principal objetivo - acrescentou o latera.

O Corinthians lidera o Brasileirão com 59 pontos, cinco a mais que o Palmeiras, segundo colocado. O Dérbi será realizado no domingo, às 17h, em Itaquera, pela 33ª rodada.

Esporte