PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Contra o Santos, São Paulo coloca à prova bom início no Pacaembu

Ale Cabral/AGIF
Imagem: Ale Cabral/AGIF

26/10/2017 06h15

A torcida do São Paulo ficou apreensiva quando soube que o clube mandaria cinco jogos da reta final do Campeonato Brasileiro no Pacaembu, sem o apoio massivo que vinha tendo no Morumbi, mas os dois primeiros compromissos no estádio municipal saíram melhor que a encomenda e serviram para acalmar os ânimos. Foram vitórias contra o Atlético-PR e Flamengo, e atuações consideradas seguras. Agora, o Tricolor se prepara para um teste de fogo: o Santos, contra quem teve episódios tristes no mesmo palco.

No ano passado, por conta de troca de gramado, shows ou acordo com outros clubes, o São Paulo disputou 11 jogos no Pacaembu. Atingiu 63,63% dos pontos com sete vitórias e quatro derrotas, mas duas foram para o rival: 3 a 0 no Paulista e 1 a 0, no Brasileiro. Curiosamente, o técnico do Santos era Dorival Júnior, que agora tenta salvar o Tricolor do rebaixamento.

Este ano, o São Paulo passou a jogar no Pacaembu por conta de shows da banda U2 e do cantor Bruno Mars. A estreia foi contra o Atlético-PR com vitória por 2 a 1. Já no último domingo, nova vitória sobre o Flamengo por 2 a 0. Nos dois casos, a comissão técnica acredita que o time teve atuação sólida, exemplo a ser seguido para o importante clássico.

A favor do São Paulo também há o fator Dorival. Desde novembro de 2014, o técnico tem 100% de aproveitamento no Pacaembu. A última derrota no local foi em 8 de novembro de 2014, quando estava no Palmeiras, também lutando contra o rebaixamento no Brasileiro, e perdeu por 2 a 0 para um time repleto de reservas do Atlético-MG - na época, Levir Culpi poupou titulares para as fases finais da Copa do Brasil. De lá para cá, são 13 jogos e 13 vitórias do atual treinador do Tricolor no Paca.

Nesta semana, perguntado se o fato de Dorival ter saído do Santos este ano, conhecendo bem o elenco, poderia fazer diferença a favor do Tricolor, o goleiro Sidão ponderou:

"Acho que ajuda, na questão individual, por conhecer cada atleta, passar para a gente. Mas já faz tempo que ele passou por lá, o que ele puder passar para a gente, será bem-vindo", afirmou.

Além do Santos, o São Paulo fará mais dois jogos no Pacaembu este ano. Contra a Chapecoense, no dia 9 de novembro, e Botafogo, no dia 19. A equipe só volta ao Morumbi na última rodada do Brasileiro contra o Bahia.

São Paulo e Santos se enfrentam no sábado às 17h no Pacaembu. O Tricolor tem 37 pontos e ocupa a 14ª colocação do Brasileiro, com quatro pontos acima do Z4.

 

Esporte