PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com poucas mudanças, Paysandu e Criciúma se enfrentam no Curuzu

26/10/2017 15h56

O Paysandu não se ilude com o 13º lugar e deve manter o alerta ligado para o risco de integrar a zona de rebaixamento já nesta sexta-feira, quando recebe o Criciúma, às 21h30, no estádio Curuzu. Com 38 pontos, o Papão se distancia do Luverdense, primeiro time do grupo da degola, por apenas três pontos e um revés diante do time catarinense pode complicar sua situação na tabela.

Para a partida, válida pela 32ª rodada da Série B, o técnico Marquinhos Santos conta com os retornos do zagueiro Perema, que se recuperou recentemente de uma virose, e do lateral-direito Ayrton, desfalque nas últimas atividades por conta de dores no joelho. Por outro lado, o volante Rodrigo Andrade, com uma lesão na panturrilha esquerda, nem chegou a ser relacionado para a partida. O atacante Bergson, que ainda sente dores na coxa e se recupera de uma virose, também não entrará em campo.

A formação titular do Paysandu para enfrentar o Criciúma deve contar com Marcão Milanezi; Ayrton, Perema, Diego Ivo e Peri; Renato Augusto, Nando Carandina, Augusto Recife e Fábio Matos; Caion e Marcão.

Apesar de não vencer há quatro rodadas, o Tigre ainda não descartou a possibilidade de garantir uma vaga no G4 e, para buscar o objetivo, quer sair do Curuzu com mais três pontos na conta. A única mudança na formação da equipe comandada pelo técnico Beto Campos fica por conta do retorno de Raphael Silva na vaga do suspenso Nino. Vale lembrar que o zagueiro ficou afastado dos gramados durante três meses por conta de uma lesão na coxa.

Com a missão de substituir Luiz Carlos Winck, Beto Campos teve uma boa estreia em Santa Catarina, porém a situação complicou na reta final da Série B, o que não diminuiu a motivação do técnico, que tenta erguer o time para fazer a torcida voltar a sorrir.

- Tenho colocado que nós, profissionais, precisamos estar sempre motivados. Sempre temos conversado com os atletas desde que chegamos aqui. Estamos trabalhando num clube de tradição, de estrutura, de camisa, que é o Criciúma, temos que estar sempre contentes e motivados. Claro que, às vezes, uma situação ou outra faz com que a gente tenha conversas. É buscar sempre a vitória, sempre importante os resultados, tanto para nós como para o clube - disse.

Após realizar a única mudança prevista, o Criciúma deve entrar em campo com Luiz; Maicon Silva, Raphael Silva, Edson Borges e Giaretta; Barreto, Ricardinho, Caique e Alex Maranhão; Silvinho e Lucão.

Esporte