PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Moisés não fala em título no Verdão e avisa: 'A pressão não vai colar'

25/10/2017 16h19

A seis pontos do líder Corinthians, o Palmeiras não quer falar novamente na disputa do título brasileiro. Restando oito jogos para o fim do Brasileiro, incluindo o Dérbi, os jogadores do Verdão dizem que a meta ainda é garantir uma vaga na fase de grupos da Libertadores - para Moisés, o objetivo será alcançando com mais duas ou três vitórias.

- A gente melhorou porque começamos a focar na gente, no nosso adversário e demos uma resposta positiva. Já passamos por situações parecidas em que melhoramos e depois oscilamos. Agora temos de nos preocupar em manter o nível de apresentações para continuar somando - pontuou o camisa 10.

- Para a gente conquistar objetivos, temos de vencer o adversário da rodada. Só vamos conseguir os objetivos, que o principal no momento é o G4, consolidar a vaga direta na Libertadores, o objetivo que nos foi colocado e pela nossa qualidade temos de buscar o quanto antes. Não tem nenhum jogo mais importante que o do Cruzeiro, na segunda - completou.

O Palmeiras não é o único rival a seis pontos do Corinthians: o Santos tem a mesma pontuação do atual campeão brasileiro, mas está atrás na tabela por ter duas vitórias a menos. Moisés diz que não entende por que o Peixe tem sido pouco lembrado nesta reta final.

- Eu comentei com a minha esposa, ontem (terça). O Santos tem a mesma pontuação e só se fala do Palmeiras. Não sei se querem jogar uma pressão maior para nosso lado, mas não vai colar. Até porque aqui nosso pensamento é, e vou ser repetitivo, é melhorar nosso rendimento, continuar neste nível de resultados. Já crescemos e depois caímos. O foco maior é terminar da melhor forma possível, com bons resultados - completou.

No domingo, o Corinthians enfrenta a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. O Verdão joga na segunda, às 20h, contra o Cruzeiro, no Allianz Parque. Na rodada seguinte, os dois rivais se enfrentam em Itaquera. De acordo com o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, o Corinthians tem 71% de chances de ser campeão; o Palmeiras, 18%, o Santos, 7%, e o Grêmio, 4%.

Esporte