PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Presidente do Flamengo vetou Vinicius Júnior na Seleção Sub-17, diz Edu

Vinicius Junior, do Flamengo, em ação durante jogo contra o Atlético-GO - Dhavid Normando/Futura Press/Estadão Conteúdo
Vinicius Junior, do Flamengo, em ação durante jogo contra o Atlético-GO Imagem: Dhavid Normando/Futura Press/Estadão Conteúdo

24/10/2017 14h01

O coordenador da Seleção Brasileira, Edu Gaspar, contou que o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, foi quem vetou a presença do jovem Vinicius Júnior no Mundial Sub-17, na Índia. O garoto já tinha manifestado o interesse em disputar o torneio, chegou a ser convocado, mas não pôde defender a Amarelinha. Em participação no programa "Bem, Amigos", do SporTV, o dirigente da CBF contou como foi a conversa com o mandatário rubro-negro, que não aceitou a liberação.

"Quando eu vi que o Vinicius não estava sendo tão utilizado na equipe, eu vislumbrei a possibilidade. Entrei em contato com o presidente Bandeira e, inicialmente, tomei uma negativa. "Não vou liberar pela importância do atleta"... Segui conversando com ele explicando da importância para a formação do atleta defender a Seleção", relatou Edu, que deu mais detalhes sobre a negativa do Flamengo em liberar o jogador.

"Ele (Bandeira) linkou o resultado da Copa do Brasil à liberação ou. 'Se eu ganhar, libero. Se não ganhar, não libero'. Fui ao Ninho e conversei com Bandeira, Fred (Luz) e Rodrigo Caetano para tentar entender. Eu não quero entrar no mérito do Flamengo. Disse que respeitava a posição, mas pedi para entenderem a nossa frustração", comentou.

No fim de setembro, Edu Gaspar havia adotado discurso semelhante ao UOL Esporte.

"Não era uma questão de acordo. Eu vinha conversando com o presidente [Eduardo] Bandeira [de Mello] e com o Rodrigo Caetano. Eles me passaram que o caso ainda estava aberto. Se o clube vencesse a Copa do Brasil, Vinicius estava liberado. Se não ganhassem, iam ver. Mas não tinha nada de 'não vai'. Achei que haveria um bom senso. Não estamos falando de um amistoso, mas de um Mundial da categoria. O mundo queria ver esse jogador lá. A Fifa deu destaque a ele na capa do seu site. Disse ao presidente que não achei a decisão correta. Não pode atrelar uma participação dessa a um resultado deles em campo", afirmou, na época.

Vinicius Júnior sofreu uma entorse no joelho recentemente e desfalcou o Flamengo nos últimos jogos. Ele voltou a ser relacionado para a partida contra o Fluminense, nesta quarta-feira, pela Copa Sul-Americana.

Esporte