PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Levir parabeniza o Santos e critica postura da torcida: 'Pressão ridícula'

22/10/2017 19h57

Após uma sequência de três empates, o Santos venceu o Atlético-GO por 1 a 0, na Vila Belmiro, o técnico Levir Culpi parabenizou o elenco pela atuação na tarde deste domingo. O Peixe jogou sob uma mistura de vaias, xingamentos e aplausos. Os alvos dos protestos foram Lucas Lima e Zeca.

Questionado sobre sua "desdemissão" e as situações dos atletas, o comandante definiu como uma situação incontrolável e dedicou o triunfo aos santistas que compareceram no Alçapão para dar apoio.

- Foi um jogo expressivo. Uma pressão ridícula, que só acontece no futebol brasileiro. Infelizmente está nesse momento incontrolável. É o único emprego controlado pelo Brasil inteiro (jogador e técnico). Nós passamos por uma dificuldade muito grande, os jogadores estão de parabéns. Vocês não sabem de nada dos bastidores, não tem as emoções que temos. Dedico essa vitória aos santistas que vieram realmente torcer pelo time - explicou.

Levir ainda defendeu Zeca, que ouviu dos torcedores: "O nosso Santos não precisa de você", e foi vaiado em alguns momentos. Lucas Lima também sofreu pressão ao errar alguns passes

- Vocês viram? Eles jogam bem (Zeca e Lucas Lima), são os melhores na posição. A que ponto chegamos... a que ponto chegamos. É uma pressão em excesso. Não tem lógica. É quase insuportável. Há uma perda de consciência. Sem contar que erramos muito. "O erro do futebol é imperdoável". O jogador não pode errar. Onde é que vamos chegar? Está havendo uma cobrança, para mim, inadmissível. Incontrolável - concluiu.

Esporte