PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Em primeiro teste, Dorival improvisa Militão no lugar de Buffarini

31/08/2017 18h09

O técnico Dorival Júnior iniciou nesta quinta-feira à tarde as observações para montar a equipe do São Paulo, que volta a campo no próximo dia 9 contra a Ponte Preta no Morumbi. O comandante trabalhou em dois períodos e, na parte da tarde, quando a atividade foi aberta para a imprensa, esboçou uma formação que teve como principal surpresa a presença de Éder Militão na lateral direita no lugar do argentino Buffarini.

Dorival fez um trabalho tático sem a presença de goleiros, exigindo toques rápidos e transição ofensiva. A escalação principal teve: Militão, Lugano, Aderllan e Edimar; Petros, Jucilei e Hernanes; Marcos Guilherme, Lucas Fernandes e Gilberto.

Lugano atuou no lugar de Rodrigo Caio, que está com a Seleção Brasileira, e Aderllan ficou com a vaga de Arboleda, servindo à seleção equatoriana. Aderllan é o favorito para ocupar a vaga do equatoriano, que cumprirá suspensão contra a Ponte. Já Rodrigo Caio voltará ao time.

A presença de Lucas Fernandes na vaga de Cueva, que está com a seleção peruana, é mais um indício de que ele pode ganhar um lugar no time. O peruano está em baixa e pode sair, dando lugar ao garoto. Gilberto treinou porque Pratto ainda está fora de combate, por conta da joelhada sofrida no clássico contra o Palmeiras. Nesta quinta ele passou por um teste e foi tudo bem. Volta a treinar nesta sexta.

Depois de pouco mais de uma hora de treino, Dorival colocou o time reserva em campo. A formação foi: Buffarini, Douglas, Bruno Alves e Júnior Tavares; Jonatan Gomez, Denilson e Thomaz; Marcinho, Maicosuel e Shaylon.

Outra novidade do dia foi a presença de Araruna no campo. O volante se recupera de uma lesão na coxa direita e voltou a trabalhar no gramado, ainda supervisionado por fisioterapeutas. Ele se machucou na derrota de 2 a 1 para o Bahia em Salvador.

O São Paulo ocupa a 19ª colocação no Campeonato Brasileiro com 23 pontos e volta a jogar no dia 9 contra a Ponte Preta precisando vencer no Morumbi.

Esporte