PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sem Thiago Maia, Santos encaixa meio de campo e invencibilidade

Divulgação/SantosFC
Imagem: Divulgação/SantosFC

30/08/2017 06h00

Apesar da agilidade e marcação de Thiago Maia, vendido ao Lille por 14 milhões de euros (R$ 51 milhões), o Santos não sofreu com a saída do volante e encontrou substitutos a altura. Tanto que não perde desde que o Menino da Vila partiu para França.

A última derrota aconteceu no dia 20 de de junho, contra o Flamengo, na derrota por 2 a 0, pela Copa do Brasil, que contou com a presença de Maia. Após o confronto com o Rubro Negro, o volante deixou o Peixe, que está há 15 jogos invicto.

Sem o ex-camisa 29, o técnico Levir Culpi fez alguns testes, e deu a oportunidade a Vecchio, Alison e Léo Cittadini. Porém, com a grave lesão do argentino na coxa esquerda (sofreu uma ruptura no músculo adutor), o camisa 5 conseguiu se firmar na posição e ganhou sequência.

Um dos motivos para Alison conseguir espaço, é por ter características muito parecidas a de Thiago. Reconhecido pelos santistas como "Cachorro Louco", o jovem de 24 anos tem agilidade e marcação forte.

Porém, apesar de corresponder, o meia disputa espaço com Cittadini, que também agradou o treinador e fez questão de elogiar a dupla. Anteriormente, com a ausência de Renato, machucado, Léo ganhou sequência e fez dupla com Alison no meio-de-campo. Ambos jogaram nos empates contra o Fluminense e Coritiba.

 

 

Esporte