PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Na seleção, Borja admite dificuldade, mas descarta saída do Palmeiras

Divulgação/Palmeiras
Imagem: Divulgação/Palmeiras

30/08/2017 19h42

Miguel Borja admitiu nesta quarta-feira (30), em entrevista à imprensa colombiana, que tem enfrentado dificuldades para se adaptar ao futebol brasileiro, mas garante que isso não o faz pensar em deixar o Palmeiras.

"Adaptar-se ao futebol brasileiro não tem sido fácil. Sabemos que cheguei com grande expectativa e não estou passando pelo momento que todo goleador quer ter, mas estou trabalhando, quero ficar no Palmeiras, ainda tenho mais quatro anos de contrato e as pessoas lá estão me apoiando muito, o técnico gosta de mim e quer que eu me adapte", disse o centroavante.

"É um futebol totalmente diferente do futebol daqui (da Colômbia). O esquema do profe (Cuca) é totalmente diferente ao do Nacional, mas estamos trabalhando para melhorar", emendou.

Borja está a serviço da seleção colombiana, que enfrenta a Venezuela, fora de casa, nesta quinta-feira, e recebe o Brasil na terça da semana que vem. Os dois jogos são pelas Eliminatórias.

Borja disputou 32 jogos pelo Palmeiras até agora, sendo 17 como titular e apenas sete completos. Marcou sete gols no período, mas vive jejum há mais de dois meses: já são 12 jogos sem bola na rede (a última foi em 21 de junho, contra o Atlético-GO).

Esporte