PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Valdir Bigode comemora fim de jejum do Vasco: "Pedi o simples"

26/08/2017 19h19

Depois de cinco jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro, o Vasco reencontrou o caminho da paz na tarde deste sábado. No Maracanã, derrotou o Fluminense por 1 a 0 sob o comando de Valdir Bigode, que dirigiu o cruz-maltino no clássico de forma interina após a demissão de Milton Mendes - e por conta do novo técnico Zé Ricardo assumir de vez somente na terça-feira. Na coletiva após a partida, Bigode comemorou e disse que pediu o simples para ser feito.

"Pedi o simples para o meu time fazer. Procurei mostrar aos jogadores que temos condições e muito de brigar. O time do Vasco não consegue jogar sem o torcedor. Sem o torcedor e sem o estádio, piora ainda mais. Uma parte, mesmo com a camisa do Vasco, não é torcedor. O prejuízo que tivemos... jogar em Volta Redonda mostrou o prejuízo. Se o time correr, trabalhar, fizer bons jogos, a tendência é a torcida voltar. Pedimos ao torcedor de verdade que vá e nos dê apoio. Vamos jogar nessa batida de hoje", afirmou o treinador, antes de completar sobre o gol feito por Ramon:

"Ramon é um grande jogador do Vasco. Participou não só com o gol. Marcou, atacou, fez a cobertura. Às vezes o jogador é levado a dizer alguma coisa (não jogar mais no Vasco na época que estava no Flamengo), mas todos são profissionais. Ele se redimiu. Conversei com ele para ter mais cuidados quando retornou agora ao clube. Se ele teve a falha, hoje pagou. Fez um golaço. Está de parabéns. Vai crescer na nossa equipe".

O Vasco folga nos próximos dois dias. A reapresentação está prevista para terça-feira, em São Januário, quando os jogadores terão o primeiro contato com Zé Ricardo. Será o início da preparação do Cruz-Maltino durante a paralisação de duas semanas do Campeonato Brasileiro por conta das Eliminatórias. O próximo compromisso da equipe na competição está marcado para o dia 10 de setembro, contra o Grêmio, em casa, com portões fechados.

Esporte