PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Opções: Jefferson e Leandrinho se destacam e Jair exalta o grupo

21/08/2017 06h00

A sequência de jogos do Botafogo misto mostra que o técnico Jair Ventura pode olhar com carinho para o seu banco de reservas. No último domingo, apesar da derrota de 2 a 1 para a Ponte Preta, o Alvinegro mandou na partida por um bom tempo e há o que extrair. As atuações de Jefferson, Leandrinho e Brenner, por exemplo.

Que o goleiro é talentoso ninguém duvida, mas foram pelo menos três grandes defesas no Moisés Lucarelli e não é de hoje que ele vem mostrando que pode ser útil mesmo após mais de um ano lesionado e aos 34 anos. No seu retorno, por exemplo, defendeu um pênalti e assegurou o empate em 1 a 1 com o Atlético-MG, em julho.

Além do camisa 1, os reservas Leandrinho e Brenner também tiveram bons momentos na partida. O primeiro marcou de pênalti o seu primeiro gol com a camisa alvinegra. Embora tenha desperdiçado algumas oportunidades, mostrou que pode ser uma boa sombra de Roger e, se adquirir confiança, pode até competir com o artilheiro da temporada.

Elogios do chefe

Leandrinho, por sua vez, não teve nenhuma jogada de efeito, mas atuou mais recuado, como volante, e não comprometeu. O jogador de 20 anos saiu machucado aos 13 do segundo tempo, mas brilhou na partida anterior, quando fez o gol da vitória sobre o Grêmio, na abertura do returno. E não é de hoje que ele mostra que tem estrela. O meia já marcou na final do Estadual de 2016.

O trio busca espaço com o técnico, mas já mostrou que tem o seu valor. E o próprio Jair Ventura exaltou a força do elenco mesmo com a derrota em Campinas.

- Estamos muito bem servidos. Isso é uma coisa muito boa para o treinado: Ter bons jogadores a disposição - comentou Ventura.

Do trio, apenas Brenner não está inscrito na Copa do Brasil e Libertadores, porque chegou depois.

Esporte