PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cuca descarta pedir demissão: 'Eu falei que vou até o fim e vou até fim'

20/08/2017 22h19

A derrota em casa para a Chapecoense não fará com que Cuca peça demissão do Palmeiras. O técnico reafirmou, após a partida, que deseja ir "até o fim".

- Quanto à minha situação, eu falei na sexta que vou até o fim. E vou até o fim. Vou preparar para o trabalho da semana e não tenho nada mais a falar - disse Cuca.

A diretoria do clube não se pronunciou neste domingo. Alexandre Mattos não esteve no Allianz Parque e, sem ele, nenhuma decisão é tomada no futebol do Palmeiras. O presidente Maurício Galiotte, o vice Antonino Jesse Ribeiro e o gerente Cícero Souza estavam na arena. Cuca disse não saber a opinião de seus superiores sobre sua continuidade:

- Não sei. Isso não cabe a mim responder. Você tem que fazer a pergunta para a diretoria.

Com Cuca, o Palmeiras foi eliminado da Copa do Brasil e da Libertadores e ainda não conseguiu engrenar no Campeonato Brasileiro. Dos últimos nove pontos disputados, o time conquistou só um, o que fez a gordura no G4 evaporar: o Flamengo, quinto colocado, tem só um ponto a menos.

- Ainda não conseguimos fazer uma grande partida e dar sequência a um time em cima dessa grande partida. Não se trata de culpa de A, B ou C. O time não anda como não poderia andar, mas hoje estamos em quarto. Não é o que a gente quer, mas não é o fim do mundo também. Quem sabe no clássico as coisas possam acontecer. Hoje temos que administrar essa derrota que não estava nos planos de ninguém - acrescentou Cuca, lembrando que o próximo jogo de sua equipe é contra o São Paulo, domingo que vem.

Esporte