PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Em resposta, Eurico critica 'ausência' e 'dissimulação' de Horta no Vasco

Eurico Miranda em entrevista coletiva no Vasco - Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Eurico Miranda em entrevista coletiva no Vasco Imagem: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

19/08/2017 17h06

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, respondeu neste sábado o pedido de licenciamento de Fernando Horta do cargo de vice-presidente geral do clube, feito na última sexta. Também por meio de uma carta, o mandatário cruz-maltino rebateu as críticas do ex-dirigente e atacou, dizendo que Horta esteve ausente durante o seu mandato por priorizar outros compromissos pessoais.

"Conforme o próprio Sr. Horta admite, a fim de desatar a verdadeira 'era dos nós', infelizmente tivemos a ausência efetiva dele 'desde a primeira semana'. Quando o convidei para compor a chapa vitoriosa em 2014, tive a expectativa de que unisse esforços aos que procuraram ajudar nesta tarefa difícil. Suas prioridades pessoas, no entanto, prevaleceram. Foram diversas ausências em reuniões de Diretoria, o que, por certo, o afastou de determinadas decisões", escreveu Eurico.

Em sua carta de afastamento, Horta disse que permaneceu todos esses anos a contragosto no cargo, já que estava descontente com Eurico desde a primeira semana. Por conta disso, o presidente do Vasco chamou o antigo aliado de dissimulado.

"Considerando que 'desde a primeira semana' a ruptura lhe era clara, tanto sofrimento poderia ser evitado. Para tal, bastava renunciar ao cargo. Mas, não. O Sr. Horta aqui permaneceu, viajou diversas vezes com a delegação de futebol, demonstrando notável capacidade de dissimulação", disse Eurico.

Horta se licenciou do cargo de vi-presidente geral para lançar candidatura para à presidência do clube. No comunicado, Eurico que não se opõe a isso, mas destaca que os candidatos não "se justifiquem através de argumentos falseados, criados para camuflar outras intenções, ou para que sirvam como desculpas para atos, estes sim, opacos".

Esporte