PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Zagueiro ex-São Paulo é alvo de ofensa racista na Liga Europa: "Terrível"

Zagueiro brasileiro Paulo Miranda em ação pelo Red Bull Salzburg - SN/Gepa Pictures
Zagueiro brasileiro Paulo Miranda em ação pelo Red Bull Salzburg Imagem: SN/Gepa Pictures

18/08/2017 11h11

Na última quinta-feira (17), o Red Bull Salzburg venceu o Viitorul, da Romênia, time comandado pelo ídolo local George Hagi, por 3 a 1, fora de casa, pelo o jogo de ida na eliminatória por vaga na fase de grupos da Liga Europa. Contrastando com a alegria pelo triunfo fora de casa, o zagueiro Paulo Miranda, ex-São Paulo, lamentou as ofensas que recebeu no estádio. Lamentavelmente, o jogador foi vítima de racismo pela torcida local.

"Fico muito triste pelo que aconteceu. Nunca tinha passado por isso. Viajei vários países aqui na Europa jogando, e nada. Na Romênia foi diferente. A torcida imitando macaco, banana e me xingando. E ninguém tomou providência de nada. Os seguranças da partida nada fizeram. Foi muito triste. Uma lembrança terrível. Não se pode acontecer isso. E não foi um ou outro, foram vários torcedores", desabafou o defensor.

O jogador de 29 anos bicampeão local, da Copa e da Liga, comemorou o resultado da partida. Ele está no clube austríaco desde a temporada 2015/2016.

"Foi um resultado muito bom conquistado fora de casa. Vamos decidir na Áustria e temos tudo para avançar à fase de grupos do torneio", disse Miranda, concluindo sobre o interesse de retornar ao futebol brasileiro:

"Pretendo voltar. Quem sabe agora já para o próximo ano. Tive algumas sondagens mas ainda nada concreto", completou.

Esporte