PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Três jogos sem gol? Jô luta para não igualar jejum e voltar à artilharia

Miguel Schincariol/Getty Images
Imagem: Miguel Schincariol/Getty Images

30/07/2017 07h00

Três jogos sem marcar é algo raro para Jô neste Brasileirão. O atacante do Corinthians, vice-artilheiro do campeonato com nove gols, teve esse "jejum" apenas um vez, contra São Paulo, Cruzeiro e Coritiba - da sexta até a oitava rodada.

Neste domingo, Jô pode igualar essa sequência caso não marque diante do Flamengo, a partir das 16h, na Arena Corinthians, pela 17ª rodada. O atacante vem de dois jogos sem balançar a rede no Brasileirão, contra Avaí e Fluminense.

O jogo contra o Flamengo também é uma oportunidade de Jô voltar à liderança do Brasileirão. Seus principais concorrentes pelo posto, Lucca e Henrique Dourado, não jogarão neste fim de semana, já que o duelo entre Ponte Preta e Fluminense foi adiado por conta da morte do filho de Abel Braga. O atacante da Macaca é o principal goleador do campeonato, com dez gols, e o centroavante do Flu tem os mesmos nove gols que Jô.

Em entrevista após marcar seus últimos gols até agora, diante do Atlético-PR, o atacante do Timão admitiu que sonha em ser o artilheiro do Brasileirão. Por outro lado, Jô também traçou outras metas.

"Todo atacante sonha com artilharia, e eu venho fazendo gols, é uma meta pessoal, mas não é o principal objetivo na minha vida. Os principais são buscar títulos e a Seleção Brasileira", disse Jô, que tem 30 anos, participou de 44 jogos na temporada e marcou 16 gols.

O Corinthians, aliás, nunca teve o principal goleador ao final do campeonato. Jô pode fazer ainda mais história no Timão...

Esporte