PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Palmeiras enfrenta Diego Souza e Sport em alta após novela recente

22/07/2017 09h00

Palmeiras, Sport e Diego Souza vivenciaram por três semanas uma novela que terminou como começou: com o camisa 87 no Leão da Ilha. Após tentar contratar o meia-atacante, o Verdão encontra os outros dois personagens da história neste domingo - e em boa fase. Deve ser, inclusive, a estreia de Deyverson, o reforço que chegou em vez de Diego.

Dos últimos seis jogos no Brasileiro, o time de Vanderlei Luxemburgo venceu cinco e está logo à frente do Verdão - é o 5º colocado com 24 pontos, e o atual campeão brasileiro é o sexto, com 23. A boa fase contagiou a torcida rubro-negra, que já comprou 30 mil ingressos para o jogo na Arena Pernambuco.

- O Sport tem uma maneira interessante de jogar, com força ofensiva, com o André e o Diego Souza por dentro. Tem dois pontas fortes, os laterais que chegam, volantes que sabem jogar. A subida do Samuel Xavier, do Mena, é uma equipe que está gostando de jogar. O Palmeiras também gosta, acho que vai ser um jogão - disse Cuca.

Enquanto a negociação com o Levante (ESP) por Deyverson não avançava, o Palmeiras tentou recontratar o jogador do Sport, campeão paulista em 2008.

Nos 20 dias, entre idas e vindas, o impasse acabou sendo o valor para a saída. Embora a diretoria do Sport tenha dito publicamente que só aceitaria o negócio mediante o pagamento da multa, de cerca de R$ 60 milhões, mostrou-se durante as conversas disposta a aceitar R$ 15 milhões.

O Palmeiras não aceitou pagar a quantia pelo atleta de 32 anos. O gerente de futebol Cícero Souza chegou a viajar ao Recife para tentar sacramentar o negócio, quando o atual campeão brasileiro mostrava-se bem confiante de seu retorno. O Leão bateu o pé, e Diego parecia indeciso. Antes de fazer o sétimo jogo no Brasileiro, ficou fora alegando problemas particulares.

Se com o Sport o negócio estava arrastado, o Verdão avançou nas conversas por Deyverson, e contratou o atacante de 26 anos por cerca de R$ 18 milhões. Segundo o clube, este era o nome pedido desde o início por Cuca, junto de Richarlison, do Fluminense.

Encerrada a novela, Diego Souza fez um pronunciamento em que disse que ficaria no Sport, mas também disse que se sentiu desprotegido pelo clube enquanto estava com problemas. O caso ficou para trás graças à boa fase do time e de Diego: com o gol marcado na goleada por 4 a 0 sobre o Atlético-GO, ele igualou o ídolo Leonardo na artilharia do clube em Brasileiros com 33 gols.

Já com 16 gols em 2017, o camisa 87 deve, inclusive, bater seu recorde de gols em uma temporada pelo Sport: 2015, quando fez 17, mas em 58 jogos. Neste ano, ele tem até agora 33 partidas.

Esporte