PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Polícia prende 89 envolvidos em briga de torcida em Goiás

17/10/2016 17h07

O clássico entre Vila Nova e Goiás, vencido pelo Tigre por 2 a 1, no último sábado, teve desdobramentos fora dos gramados. E da pior maneira possível.

Após a partida, integrantes das torcidas organizadas dos dois clubes entraram em confronto em vários pontos de Goiânia, como no Terminal Isidória, no bairro de Pedro Ludovico. Ao todo, 89 pessoas foram presas. De acordo com a Polícia Militar, a maioria torcia pro Goiás.

Eles foram enquadrados no art 41 do Estatuto do Torcedor, que fala em promover tumulto e incitar a violência. A pena prevê reclusão de um a dois anos. Ente os detidos, 63 eram maiores de idade. Eles foram liberados após assinarem um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para serem liberados.

Christiano

As confusões envolvendo a partida não ficaram restritas aos torcedores. Após o jogo, o lateral-esquerdo Christiano, do Vila Nova, invadiu o vestiário do Goiás atrás do atacante Rossi, para "tirar satisfação" após um desentendimento no jogo.

-Ele saiu do vestiário, com certeza saiu. Ele é um bom jogador, mas tem que colocar o pezinho no chão, porque ainda não ganhou nada. Ele tem que viver a vida dele e respeitar os colegas de profissão, os jogadores- afirmou Rauli, auxiliar técnico do Vila.

Esporte