PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bauza diz não se arrepender de falar sobre Messi: por que preciso me calar?

Alex Caparros/Getty Images Sport
Imagem: Alex Caparros/Getty Images Sport

29/09/2016 10h18

O técnico da Argentina, Edgardo Bauza, responsabilizou o Barcelona pela lesão de Messi e atacou o clube catalão com duras palavras. Diplomática, a AFA repreendeu o treinador para não entrar em conflito com os espanhóis. Passado alguns dias, Patón não seguiu totalmente as coordenadas da entidade e ainda não estendeu a bandeira branca da paz.

 “Virou uma confusão sem, mas eu vou seguir dizendo a verdade, que eu penso. Não quero brigar com o Barcelona, não sou o dono da verdade. Eu opino como muitos opinam. Por que tenho que me calar?", disse em entrevista ao Fox Sports da Argentina. 

Bauza também disse que entende a lesão de Messi. “Não tenho problema em falar com Luis Enrique do tema. Ninguém menos que eu conhece a lesão no púbis, que é uma inflamação. Eu tive a lesão e tinha que pedir para meus companheiros que me ajudassem a subir escada”.

Por fim, o treinador contou que espera ter Messi com a seleção para as partidas contra Brasil e Colômbia. “É complicado, porque o Leo sempre quer jogar, mas eu sigo pensando que temos que nos cuidar. Se joga muitas partidas no ano. Ele sentiu uma dor e não jogou contra a Venezuela porque preferimos cuidar dele. Agora ele está totalmente descartado. Eu calculo que em dez dias ele estará treinando e que podemos ter Messi para os jogos contra Brasil e Colômbia". 

Na semana passada, Bauza afirmou que não confiava nos exames médicos feitos pelo Barcelona e ainda se mostrou irritado com o retorno do craque à Catalunha antes do último compromisso da seleção pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018.

Com contusão no músculo adutor da perna direita, Messi não enfrentará Peru e Paraguai, nos dias 6 e 11 de outubro, respectivamente. A Albiceleste está na terceira colocação na corrida pelas vagas na Rússia, com 15 pontos.

 

 

 

Esporte