PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Iranianos reverenciam Falcão após eliminarem o Brasil no Mundial de futsal

21/09/2016 23h51

Depois da "porrada", veio o afago. Minutos depois de eliminarem o Brasil nas oitavas de final da Copa do Mundo de futsal, na maior zebra da competição até aqui, os jogadores da seleção do Irã mostraram toda a sua idolatria pelo craque brasileiro Falcão.

Após a vitória nos pênaltis, os iranianos aplaudiram o ala, e o jogaram para cima. Durante o tempo normal, Falcão foi o nome do jogo, ao marcar três dos quatro gols do Brasil, no empate em 4 a 4 ao fim da prorrogação (3 a 3 no tempo normal).

Falcão, inclusive, disse que este foi seu último jogo em Copas do Mundo. Se ele vai sair sem título, pelo menos atingiu uma marca pessoal importante. O jogador chegou a 48 gols em Mundiais, e se tornou o maior artilheiro da história do torneio, ao ultrapassar o também brasileiro Manoel Tobias, com 43.

"Minha história em Copas do Mundo acaba aqui. Espero ter deixado um legado. Me esforcei e me preparei para isso. Não podemos culpar o Ari, de jeito nenhum. Perdemos para uma grande seleção", falou Falcão em entrevista após a partida, com a voz embargada de choro.

Esporte