Abel nega má relação com Dudu e diz que conta com o atleta no Palmeiras: "Espero rendimento"

O Palmeiras goleou o Atlético-MG, por 4 a 0, na noite desta quinta-feira, em duelo da nona rodada do Campeonato Brasileiro. Aníbal Moreno, Piquerez, Estêvão e Flaco López anotaram os gols palmeirenses na Arena MRV. O tema do coletiva do técnico Abel Ferreira, porém, teve grande destaque para a situação de Dudu e o imbróglio da negociação com o Cruzeiro.

O treinador negou que tenha uma má relação com o jogador, repetiu a declaração de que conversou com o atleta no jogo contra o Vasco e ouviu do próprio camisa 7 que ainda não estava 100% confortável para ir a campo. Apesar de toda a polêmica, Abel disse que espera contar com Dudu e que cobrará de todo o elenco a mesma coisa.

"Eu mantenho tudo o que digo e disse. Vocês viram, hoje estávamos com 22 jogadores, ainda havia mais espaço para mais um. Fui lendo o que a assessoria do Dudu passou a informação de que o treinador tinha mentido. Vou voltar a repetir o que disse. Foi uma semana que falei muito com ele se ele estava preparado para o jogo, contra o Vasco. Se lembrar, foi contra o Vasco que ele se lesionou. Como disse, no dia do jogo, e esta é a única verdade e quem fugir disso está mentindo. O Dudu veio falar comigo e pediu para não jogar. Eu pedi a ele 'quero que venhas e ajude da forma que puderes' e o Dudu disse 'professor, mas durante o jogo vão cantar meu nome', e eu disse: não faço equipes para torcida, faço para ganhar jogos e dar alegrias à torcida", disse.

Depois do anúncio do Cruzeiro do acerto que tinha com o Palmeiras pela contratação do jogador, o Verdão se manifestou pela primeira vez na manhã de domingo, após o treino. Abel falou sobre a conversa que teve com o ídolo palmeirense e ouviu que ele está à disposição da equipe.

"Tivemos uma conversa ontem em que o Dudu veio falar comigo e disse: 'professor, estou aqui, estou disponível para o jogo'. Como vocês leram, e muito bem, o comunicado muito claro do clube, o Departamento de Futebol decidiu, diante dessa novela, preservar o jogador e esperar que isso se resolvesse. É a única questão. A presidente já foi muito clara no que disse. O mais importante é que o Dudu renovou no ano passado e tem contrato até 2025. E, para os anti-palmeirenses que dizem que o Abel tem má relação com o Dudu, isso é mentira. Até a lesão, ele foi um dos jogadores que mais jogou. Acho que em 2022, foi o jogador que mais jogou, quando teve uma temporada completa comigo. Vou dizer coisas que não devia: só fui à casa de um único jogador para churrasco, que foi a do Dudu. Tenho uma ótima relação com Dudu, como tenho com todos os jogadores do Palmeiras", seguiu.

Um dos gols do jogo foi marcado pela joia da base palmeirense Estêvão. O atleta recuperou a bola no campo de ataque, conduziu a bola e fez um golaço da entrada da área. Abem utilizou essa jogada como exemplo para elogiar a postura de seu time e dizer o que espera seja de Dudu ou de qualquer outro atleta.

"O que peço do Dudu é o que peço de todos. Viram o gol do Estêvão? Viram quem recuperou a bola? Isso é marca do Meu Palmeiras e quem não fizer isso não joga, seja quem for. É isso que queremos ver em todos os jogadores. A relação que tenho com ele é uma relação franca, seria, profissional e honesta. Quem disser ao contrário é porque tem outras intenções por trás. Há de interessar alguém dizer que o Abel e o Dudu não têm boa relação. Quem gere a carreira do jogador é seu agente e ele, não sou eu. Quem dirige o clube é a presidente e o Barros. Quem treina a equipe sou eu. Isso é muito claro entre todos nós", continuou.

Por fim, Abel frisou que ninguém no clube é insubstituível, com exceção dos mascotes: o periquito e o porco. Antes do jogo, Dudu se pronunciou sobre a polêmica negociação e disse que fica no clube. Mais cedo, a presidente Leila Pereira havia dado uma declaração dizendo acreditar que chegou o fim do ciclo do atleta no clube.

"Como lhe disse nas conversas particulares, o que quero e espero dele é que se recupere, entre e faça o que ele sabe: rendimento, gols e assistências, é isso que eu e todos os torcedores esperam de um jogador como Dudu. A maior estrela que o Palmeiras tem são duas: o periquito e o porco. São os únicos que não são substituíveis. O resto, meus amigos, o clube fica e todos nós vamos passar e vamos aplaudir esse grande clube que é o Palmeiras", finalizou.

Deixe seu comentário

Só para assinantes