Ronaldinho revela que crítica à Seleção era ação publicitária: "Nunca abandonaria o futebol brasileiro"

Neste sábado, Ronaldinho Gaúcho, campeão mundial em 2002, revelou que suas recentes criticas à Seleção Brasileira faziam parte de uma ação publicitária e declarou seu apoio ao futebol nacional.

"Eu nunca abandonaria o futebol brasileiro, nunca. E jamais diria essas coisas que vocês viram...", disse o ex-jogador nas suas redes sociais.

As declarações do astro fazem parte de uma publicidade para a Rexona. Nela, a intenção era mostrar o impacto que as críticas dos torcedores têm sobre os atletas da Seleção e como o apoio é importante para o sucesso da equipe nacional.

Veja o texto completo publicado por Ronaldinho:

"Eu nunca abandonaria o futebol brasileiro, nunca. E jamais diria essas coisas que vocês viram...

Na verdade, essas palavras vieram de torcedores brasileiros reais, são comentários reais que vi pela internet... Imagine você ouvindo essas mensagens antes de jogar? Não dá, a motivação vai lá pra baixo...

O apoio da torcida faz uma enorme diferença pro jogador, eu sei o que tô falando.

Galera, o que os nossos meninos precisam é de apoio nessa hora. Quanto mais confiança a gente demonstra, mais confiança eles terão dentro de campo.

Por isso, me juntei à Rexona nesse movimento de incentivo da Torcida Que Não Abandona. Estamos pedindo a todos para enviarem mensagens de apoio e confiança na CONMEBOL Copa América??.

Continua após a publicidade

Use a #TrazAConfiança vamos dar todo o apoio mágico da torcida brasileira."

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Ver essa foto no Instagram

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Relembre o caso

Anteriormente, Ronaldinho fez fortes criticas à atual Seleção. Em texto publicado nas redes sociais, ele afirmou que essa era uma das piores equipes nacionais que ele já viu, que os jogadores eram medianos e que, por conta disso, abandonaria o futebol brasileiro.

Confira na íntegra a declaração do ex-atacante.

Continua após a publicidade

"É isso aí galera, pra mim já deu.

Esse é um momento triste pra quem gosta do futebol brasileiro. Fica difícil encontrar ânimo pra ver os jogos. Esse é talvez um dos piores times dos últimos anos, não tem líderes de respeito, só jogadores medianos em sua maioria.

Acompanho futebol desde criancinha, muito antes de pensar em me tornar jogador, e eu nunca vi uma situação tão ruim como essa. Falta amor à camisa, falta garra e o mais importante de tudo: futebol.

Repito: nosso desempenho tem sido uma das piores coisas que já vi. Uma vergonha.

Por isso, declaro aqui o meu abandono. Não vou assistir a nenhum jogo da CONMEBOL Copa América?, e nem comemorar nenhuma vitória."

O pronunciamento de Ronaldinho gerou repercussão no elenco brasileiro que disputará a Copa América. O ponta direita Raphinha até chegou a se pronunciar sobre o caso e discordou das declarações do ex-jogador.

Continua após a publicidade

"Foi um baque para a gente. Obviamente, a gente não concorda, eu não concordo, estou indo para o terceiro ano e vejo entrega, vontade, orgulho de vestir a camisa, não concordo com o que foi dito, de não ver garra, vontade, de ter jogadores medianos vestindo a camisa da Seleção. Discordo completamente, todo mundo tem qualidade, mérito", afirmou em entrevista coletiva.

"Pode ser uma campanha (publicitária) ou não, mas nos surpreendeu pela fala dele, a gente acabou sabendo pelo Vini que ele acabou pedindo ingressos esses dias para ver nosso jogo, não bate com o que foi falado. É uma surpresa ouvir isso vindo dele, mas não concordo, estando aqui dentro vejo a entrega em todos os dias", finalizou o atacante da Seleção.

Deixe seu comentário

Só para assinantes