Jogo contra o Goiás vira decisivo para o futuro de Carille, sob pressão no comando do Santos

O técnico Fábio Carille está pressionado no comando do Santos. A derrota para o Operário na última sexta-feira, por 1 a 0, em Ponta Grossa, fez o time chegar a quatro reveses consecutivos na Série B e colocou em xeque a permanência do treinador.

A partida contra o Goiás, na próxima quarta-feira, na Vila Belmiro, tornou-se decisivo para o futuro do técnico. Caso o Peixe sofra uma nova derrota e aumente a sequência negativa, Carille pode não resistir no cargo.

Nas redes sociais, há torcedores que já defendem a saída imediata do comandante. A diretoria do clube, contudo, não se manifestou até o momento e deve esperar o próximo compromisso para tomar uma decisão.

Das quatro derrotas seguidas do time, três foram fora de casa. O único revés como mandante foi para o Botafogo-SP, quando o Santos levou o jogo para Londrina, no Paraná.

O duelo diante do Goiás marcará o reencontro da equipe com a torcida e, principalmente, com a Vila Belmiro. Existe um temor por protestos no estádio, tendo em vista que na última semana torcedores organizados há haviam cobrado o elenco no CT Rei Pelé, antes da derrota para o Operário. O clima, portanto, segue ruim.

Carille terá poucos dias para preparar o Peixe visando a partida. O elenco retornou a Santos no sábado e treina neste domingo de manhã. O grupo ainda trabalha na segunda e na terça-feira, véspera do jogo.

Santos e Goiás se enfrentam na quarta-feira, às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 11ª rodada da Série B.

Após a derrota para o Operário, em entrevista coletiva, Fábio Carille admitiu a pressão com o momento do Santos na tabela da Série B.

Continua após a publicidade

"Futebol é resultado. Sei disso. Tenho uma diretoria muito próxima, que acompanha tudo o que eu faço no dia a dia. Eles são muito presentes e isso é muito importante. Mas a gente sabe que futebol é resultado. Não tem outro caminho", disse o comandante.

Em crise, o Peixe está fora do G4 e ocupa a sexta posição da Segunda Divisão, com 15 pontos, mas pode descer ainda mais na tabela dependendo dos demais resultados desta rodada.

Deixe seu comentário

Só para assinantes