Ex-presidente da Mancha relata promessa de Dudu de permanecer no Palmeiras

Dudu movimentou os bastidores do Palmeiras neste fim de semana ao ser anunciado como novo jogador do Cruzeiro. No entanto, em entrevista à CNN neste domingo, Paulo Serdan, ex-presidente da Mancha Verde, torcida organizada do clube, contou que o atleta vai permanecer no Verdão "pela torcida".

"Eu não vou (para o Cruzeiro). Vou ficar pela torcida, pela minha família", teria prometido Dudu, segundo Serdan.

A promessa teria sido realizada em conversa na casa de Dudu. Além de Serdan, a reunião também teria contado com o agente do atacante, André Cury.

Serdan também disse a Dudu que, se a ida ao Cruzeiro se concretizasse, ele teria saído do Palmeiras como um "mercenário".

"Ele tinha muito mais a perder do que a ganhar saindo dessa forma. Eu falei pra ele: 'Dudu, você vai sair como um mercenário, como um pilantra'", disse Serdan.

Continua após a publicidade

André Cury, empresário de Dudu, afirmou a Serdan que era o Palmeiras que teria o desejo de vender o atleta. O ex-presidente concordou com a fala do agente.

"Mas é o Palmeiras que não está querendo, o Palmeiras que vendeu", teria dito Cury. "Nesse momento, o Palmeiras vendeu. Quem não quer o Dudu é o Palmeiras. Se ele assinar, ele está indo pela grana", afirmou Serdan.

Conforme apurou o Gazeta Esportiva, Dudu possui o desejo de permanecer no Palmeiras. O atacante, inclusive, participou do treino deste domingo, na Academia de Futebol, onde também teve uma conversa com o técnico Abel Ferreira.

O Cruzeiro anunciou o acordo com o Palmeiras pela contratação de Dudu no sábado. Neste domingo, o clube paulista soltou uma nota afirmando que o atacante tem contrato até o fim de 2025.

Deixe seu comentário

Só para assinantes