Veiga exalta atuação do Palmeiras contra o Vasco e comenta fase no clube: "Sou meu maior crítico"

Na noite da última quinta-feira, o Palmeiras venceu mais uma no Campeonato Brasileiro. O Verdão fez bonito diante de sua torcida e bateu o Vasco, por 2 a 0, no Allianz Parque, pela oitava rodada do torneio nacional. Piquerez e Rony anotaram os gols do triunfo alviverde.

Outro destaque do confronto foi Raphael Veiga. Titular incontestável no time de Abel Ferreira, o meia-atacante não contribuiu com gols ou assistências, mas assim como o restante da equipe, teve boa atuação. O jogador, inclusive, elogiou bastante o desempenho palmeirense, principalmente pela criação de oportunidades.

"É um jogo em que fomos com a proposta de, principalmente no início da partida, começar bem forte. Porque sabemos que na nossa casa, com a atmosfera que criamos, é difícil (para os rivais). Então o objetivo foi já entrar forte, fazer um gol, e foi o que aconteceu. Depois que o Piquerez fez o gol, acho que o jogo se abriu mais, o que acabou facilitando as coisas para a gente. Conseguimos circular bem a bola, finalizamos bastante no gol, coisa que o Abel tem cobrado. Acho que, nesse confronto, fomos bem nisso", disse o atleta.

O camisa 23 alviverde também comentou sobre o momento individual que vem passando. Veiga vive um jejum de gols e não marca há seis partidas - seu último tento foi contra o Liverpool-URU, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, no último dia 9 de maio.

O jogador revelou que tem sido muito crítico consigo mesmo e disse se sentir incomodado ao ficar sem balançar as redes, mas se declarou satisfeito na partida diante do Cruzmaltino.

"Eu sei que quando eu estou bem, eu ajudo a equipe, e quando a equipe está bem, isso me ajuda também. Eu, mais do que todos, sou o meu maior crítico e o que mais me cobro. Quando acaba um jogo, eu sei quando vou bem ou quando vou mal. Lógico que não fazer gols ou não jogar bem me incomoda, mais do que qualquer um, mas fiquei feliz por esse jogo. Não saiu o gol, mas nos próximos jogos acredito que vão sair. Estou feliz, porque quando vejo nosso time desfrutando, do jogo, tudo vai melhor", concluiu o meia.

Com Veiga à disposição, o Palmeiras terá uma dura parada pela frente. Nesta segunda-feira, o Alviverde visita o Atlético-MG, às 20h30 (de Brasília), na Arena MRV, pela nona rodada do Brasileirão. Neste momento, o time palestrino ocupa a sexta posição, com 14 pontos - três atrás do líder Flamengo.

Continua após a publicidade

Deixe seu comentário

Só para assinantes