Rogério Ceni explica motivo de ser tão difícil vencer o Bahia: "Talento sozinho não resolve"

O Bahia venceu mais uma vez no Campeonato Brasileiro. A vítima da vez foi o Fortaleza, que acabou saindo derrotado da Arena Fonte Nova por 1 a 0. Após o duelo desta quinta-feira, o treinador Rogério Ceni explicou o motivo do Esquadrão de Aço ser um time tão difícil de ser batido.

"Porque chegaram no ponto que entendem que o talento sozinho não resolve. Onde a gente mais evoluiu foi no sistema defensivo. Porque tem a entrega de caras acima da média tecnicamente e se comprometem com o sistema de jogo. É um sistema valioso que tem que ser bem executado, hoje não foi e sofremos. O fator determinante é a entrega deles, eles sentem que têm capacidade técnica, que com entrega eles podem chegar longe", falou.

A última derrota do Bahia ocorreu no dia 13 de abril, quando perdeu para o Internacional por 2 a 1. Desde então, foram 10 jogos, com sete vitórias e três empates. Atualmente, a equipe ocupa a segunda colocação do Campeonato Brasileiro, com os mesmo 17 pontos que o líder Flamengo, levando desvantagem apenas no saldo de gols.

Apesar do novo triunfo, Rogério Ceni admitiu que sua equipe não fez grande partida contra o Fortaleza, mas destacou a entrega dos jogadores.

"Tecnicamente foi um jogo muito abaixo nosso, especialmente no primeiro tempo. Não saiu do jeito que a gente imaginava. De importante fica que quando você não joga bem, vencer também é importante. Não podemos deixar também de destacar que é um time que não desiste nunca, que está sempre tentando. Mas tecnicamente foi muito abaixo do que jogamos", falou.

Agora, o Bahia volta a campo no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília). A equipe enfrentará o Criciúma pelo Brasileirão, no Estádio Heriberto Hulse.

Deixe seu comentário

Só para assinantes