Marcelo Paz rejeita convite do Corinthians e anuncia permanência no Fortaleza

Marcelo Paz anunciou nesta quarta-feira (12), por meio de sua conta oficial do Instagram, que permanecerá no Fortaleza. O profissional rejeitou o convite do Corinthians e seguirá atuando como CEO da SAF do Leão do Pici.

O Timão, através do seu presidente, Augusto Melo, convidou Marcelo a exercer o cargo de CEO do clube. A indicação da contratação de um profissional para esta área foi da Ernst & Young, empresa de consultoria que presta serviços ao Corinthians.

Marcelo Paz, entretanto, recusou o convite. Em nota oficial, ele admitiu ter conversado com a diretoria do Timão e se disse lisonjeado de ter sido procurado por um clube do tamanho do Corinthians. A decisão, aliás, já foi comunicada a Augusto Melo.

"Entendo que ainda há muito por fazer pelo Tricolor e por isso comunico minha permanência no cargo de CEO do Fortaleza EC SAF. Comuniquei a decisão primeiramente ao presidente Augusto Melo, em sintonia com a clareza e transparência que sempre defendo nas relações entre duas grandes instituições, e desejo sorte em sua caminhada à frente do clube paulista", escreveu o profissional.

Marcelo Paz tornou-se presidente do Leão do Pici em 2017, mas esteve presente durante toda a ascensão do time da Série C à Série A em menos de dez anos. Foi em dezembro do ano passado que optou por deixar o cargo para se tornar CEO do clube.

Em coletiva de imprensa concedida na última segunda-feira (10), o presidente do Corinthians, Augusto Melo, comentou a possível contratação de um CEO para o clube, mas não entrou em detalhes.

"Sempre fui favorável ao CEO, mas o CEO tem que ser do tamanho do Corinthians. Isso não é às pressas. Nós tentamos ver o perfil e buscamos no mercado, estamos conversando. Seria o melhor e tenho certeza que não erraria. Sei que é difícil tirá-lo de onde ele está, mas estamos tocando com quem temos aqui", destacou Augusto.

O Corinthians vive um momento delicado dentro e fora de campo. Longe dos gramados, o clube viu a patrocinadora máster VaideBet, que ocupava o principal espaço na camisa, rescindir o contrato.

No dia 20 de maio, o colunista Juca Kfouri, do UOL, divulgou uma notícia vinculando um esquema de laranja ligado ao intermediário que firmou o contrato entre VaideBet e Corinthians. A Polícia Civil instaurou um inquérito e está em fase inicial de investigação para descobrir quem se beneficiou com essa movimentação financeira suspeita. O Timão, inicialmente, é apontado como potencial vítima.

Continua após a publicidade

Semanas depois da divulgação da informação, a VaideBet informou em nota oficial a rescisão contratual. Em meio a isso, Yun Ki Lee deixou o cargo de diretor jurídico do clube, enquanto Rozallah Santoro (ex-diretor financeiro) e Fernando Alba (ex-diretor adjunto) também saíram da diretoria.

Veja a íntegra do comunicado publicado por Marcelo Paz

"Conforme divulgado pela imprensa, fui convidado a assumir o cargo de CEO no S.C. Corinthians Paulista, Trata-se de um reconhecimento pelo trabalho dedicado, desenvolvido junto a uma diretoria de extrema competência no Fortaleza EC SAF, ao longo dos últimos sete anos, em um processo árduo de profissionalização e estabelecimento de equilibrio fiscal.

Entendo que ainda há muito por fazer pelo Tricolor e por isso comunico minha permanência no cargo de CEO do Fortaleza EC SAF.

Minha decisão se baseia em pilares importantes como a conviccão do crescimento da equipe no ámbito esportivo, o meu compromisso assumido e a palavra dada quando, em 2023, me tornei CEO de um projeto de SAF que dá seus primeiros passos, alem do imenso amor que sinto pelo meu clube do meu coracão.

Comuniquei a decisão primeiramente ao presidente Augusto Melo, em sintonia com a clareza e transparência que sempre defendo nas relações entre duas grandes instituições, e desejo sorte em sua caminhada à frente do clube paulista.

Continua após a publicidade

Atenciosamente,

Marcelo Paz"

Siga o UOL Esporte no

Deixe seu comentário

Só para assinantes