Autor do gol do Brasil, Rodrygo avalia empate com EUA e diz que "faltou mais capricho" nas finalizações

O Brasil empatou por 1 a 1 com os Estados Unidos na noite desta quarta-feira, no Camping World Stadium, em Orlando (EUA). Esse foi o último compromisso do time comandado por Dorival Júnior antes da Copa América. Autor do gol do Brasil, Rodrygo avaliou a partida e apontou o que faltou para a equipe conquistar a vitória.

"Foi um jogo muito difícil. Claro que a gente quer sempre ganhar, mas para uma preparação, se você não consegue ganhar, tem que tentar não perder. O time deles nos colocou em bastante dificuldade em alguns momentos do jogo, mas criamos bastante também, faltou um pouco mais de capricho para concluir em gol. Nunca está bom empatar ou perder, queremos sempre ganhar, mas para uma preparação esse é o caminho. Agora é pegar esses dias de treinamento, se concentrar, treinar forte para chegar bem na Copa América", disse ao SporTV.

O Brasil abriu o placar aos 16 minutos do primeiro tempo. Rodrygo recebeu de Raphinha dentro da área e estufou as redes de Turner. O goleiro dos Estados Unidos, aliás, foi um dos destaques do adversário com boas defesas. Os mandantes chegaram ao empate aos 25, em cobrança de falta de Pulisic.

"Temos que manter a concentração até o final. No primeiro jogo, por um momento que desconcentramos, tomamos dois gols. Hoje também, houve alguns erros de marcação e acabamos sofrendo o gol na falta. É estar concentrado até o final. É uma competição difícil. Temos que ser inteligente para se adaptar à competição. Sabemos da qualidade do time, sempre vamos criar, então, é converter as chances, defender bem porque isso vai ser fundamental para o nosso sonho que é conquistar a Copa América", seguiu o camisa 10.

"É sempre difícil achar o equilíbrio porque estamos em começo de trabalho. Fizemos os dois amistosos muito bem na data Fifa passada. Então, isso deu mais tranquilidade para trabalharmos agora. Mas o trabalho ainda está no começo, o time está entrosando, se encaixando. Acho que estamos bem, indo em um caminho bom, criando bastantes chances. Agora é chegar e converter as chances em gols, e melhorar defensivamente também", finalizou.

A Seleção Brasileira volta a campo no dia 24 de junho, quando enfrenta a Costa Rica na estreia da Copa América, em Los Angeles. O Brasil está no Grupo D também ao lado de Colômbia e Paraguai.

Deixe seu comentário

Só para assinantes