Após 28 rodadas, veja chances de rebaixamento do Corinthians no Campeonato Brasileiro

O Campeonato Brasileiro de 2023 vai ganhando seus desdobramentos finais. Após 28 rodadas, o Corinthiansparece cada vez mais fadado a lutar contra o rebaixamento para a segunda divisão da liga nacional.

Neste momento, o Timão tem 25,3% de chances de ser rebaixado, segundo dados da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). O Corinthians se encontra atrás apenas de América-MG (99,61%), Coritiba (98,9%), Vasco (51,7%), Santos (50,3%) e Goiás (36,7%) nas chances matemáticas de descenso.

Na tabela, o Time do Povo está na 15ª posição, com 33 pontos conquistados, três a mais em relação ao Z4. O jogo contra o América-MG na última rodada poderia dar um respiro ao Corinthians, mas a equipe ficou no empate com o lanterna da competição, com gol no último minuto de Giuliano.

O que preocupa o Alvinegro é o baixo número de vitórias, primeiro critério de desempate no torneio nacional. Vasco e Santos, os dois primeiros times do Z4, possuem oito triunfos na liga, um a mais em relação ao Timão.

Já em relação à classificação para a Copa Sul-Americana, o Corinthians tem, neste momento, 28% de chance de garantir vaga na competição continental. Os números da equipe no segundo turno impedem que os comandados de Mano Menezes alcem voos mais altos, já que o conjunto tem a segunda pior campanha neste recorte do Brasileiro, com nove pontos em nove partidas disputadas.

Cuiabá (70,7%), Fortaleza (70,5%), Fluminense (67%), Internacional (57,1%), Atlético-MG (54,2%), Bahia (52,7%), Grêmio (46,5%), Cruzeiro (42,8%) e Athletico-PR (31,7%) são os times à frente do Corinthians na briga por classificação para a Sul-Americana, também de acordo com os matemáticos da UFMG.

O Timão tem a chance de melhorar sua situação na tabela do Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira, na Arena Pantanal. O Corinthians visita o Cuiabá do técnico António Oliveira, em jogo válido pela 29ª rodada. Depois, o Alvinegro recebe Santos e Athletico-PR, em sequência, na Neo Química Arena.

Deixe seu comentário

Só para assinantes