PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-São Paulo, Tiago Volpi defende pênalti em estreia com vitória pelo Toluca; veja

Goleiro Tiago Volpi, ex-São Paulo, com o uniforme do Toluca, seu novo time - Reprodução web: // Instagram Tiago Volpi
Goleiro Tiago Volpi, ex-São Paulo, com o uniforme do Toluca, seu novo time Imagem: Reprodução web: // Instagram Tiago Volpi

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

03/07/2022 14h59

O goleiro Tiago Volpi, ex-São Paulo, retornou ao futebol mexicano e fez a sua estreia oficial pelo Toluca ontem (02). Pela primeira rodada do Apertura 2022, a equipe venceu o Necaxa por 3 a 1 com participação decisiva do novo camisa 1 do time, que pegou um pênalti.

Ainda no primeiro tempo, Volpi relembrou os torcedores mexicanos da especialidade pela qual é conhecido no pais ao defender a penalidade cobrada por Edgar Méndez, do Necaxa. "Estreias sempre são especiais. Acompanhada de vitória e um pênalti defendido, então, posso dizer que foi perfeita. Para brigar lá em cima, largar bem é fundamental", afirmou o brasileiro.

Atualmente, o Toluca é considerado "um gigante adormecido" pelas últimas campanhas irregulares na Liga Mexicana. Diante deste contexto, o clube foi quem mais se reforçou para a atual temporada. Além de Volpi, que voltou a trabalhar com o técnico Nacho Ambriz, a direção trouxe mais sete atletas.

"A equipe se fortaleceu para voltar a ser protagonista e há um ótimo ambiente para que possamos construir uma nova era vencedora no clube", completou Tiago Volpi.

O goleiro brasileiro já teve uma passagem pelo México, onde foi campeão da Copa do México em 2016 e da Supercopa do México em 2017 pelo Querétaro. Curiosamente, o Toluca vive uma situação parecida com a que o São Paulo vivia quando Volpi foi contratado, em 2019.

Terceiro maior campeão mexicano em todos os tempos, com dez títulos, o time já está há 12 anos sem levantar um troféu. No clube do Morumbi, o goleiro foi titular na equipe que encerrou um jejum de 9 anos ao conquistar o título paulista em 2021. Animado com seu futuro, Tiago Volpi diz não se esquecer do passado recente e confirmou que segue acompanhando o São Paulo, clube pelo qual revelou que nutre um carinho especial.

"Foram momentos que ficarão guardados para sempre na minha memória e no coração. Conquistamos um título que tirou o clube de uma enorme fila, tive grandes companheiros e realizei um sonho de atuar num gigante brasileiro. Só tenho a agradecer ao São Paulo, aos são-paulinos e a todos que estiveram ao nosso lado nesses anos. Mesmo de longe, eu sempre estarei torcendo pelo sucesso do clube", disse o goleiro, que somou 195 partidas pelo Tricolor.

Futebol