PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ceni liga alerta para sistema defensivo do São Paulo: "Estamos entregando muitos gols"

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

28/05/2022 23h01

O técnico Rogério Ceni saiu insatisfeito com o desempenho defensivo do São Paulo neste sábado, após o empate em 2 a 2 com o Ceará, no Morumbi, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. De acordo com o comandante tricolor, sua equipe vem facilitando a vida dos rivais no ataque há algum tempo, o que vem impedindo uma evolução maior do Tricolor na atual temporada.

"No Paulista tivemos uma época boa, ficamos um bom tempo sem sofrer gols, o que é muito importante para times que querem vencer jogos, porque quase sempre marcamos gols. Estamos entregando muitos gols aos adversários, facilitando muito. Temos que tentar diminuir o número de erros mais básicos, temos que cortar esse tipo de erro. Se enxugarmos esses erros maiores, teremos um progresso muito grande", comentou Rogério Ceni.

O primeiro gol sofrido contra o Ceará foi fruto de um erro de Arboleda na saída de bola, facilitando a vida do atacante Cléber, que saiu cara a cara com Jandrei e tocou na saída do goleiro tricolor. Já o segundo tento do Vozão também aconteceu por causa de uma desatenção do sistema defensivo, que permitiu que Mendoza pudesse completar no segundo pau o desvio de cabeça após cobrança de escanteio.

Com o empate, o São Paulo perdeu a chance de assumir a liderança provisória do Campeonato Brasileiro. O time até desbancou o Palmeiras da segunda colocação, mas pode acabar deixando o G4 dependo dos resultados dos jogos deste domingo.

"Não acho que jogamos mal, o empate não é um bom resultado, há uma frustração, mas não com o desempenho do time. Como um todo, desempenhamos bem, mas cometemos alguns erros que foram fatais para o placar do jogo", prosseguiu Ceni.

"O ideal é que você esteja na frente, na ponta da tabela. Mas, quando você passa a ficar distante disso, você começa a brigar por outras coisas. Enquanto temos a oportunidade de brigar pela ponta da tabela... por isso que era importante vencer hoje. Provavelmente perderíamos a liderança amanhã, mas a vantagem pode passar para quatro pontos se o Corinthians vencer o jogo amanhã", concluiu.

Futebol