PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Brasil obtém bons resultados no atletismo da Gymnasíade, o Mundial de Estudantes

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

21/05/2022 12h52

O atletismo brasileiro teve bom desempenho na Gymnasíade, o Mundial de Estudantes, encerrado na última sexta-feira, em Caen, região da Normandia, França. A equipe conquistou 14 medalhas (sete de ouro, cinco de prata e duas de bronze). A competição reuniu cerca de 3,4 mil alunos entre 16 e 18 anos de 69 países, distribuídos em 20 modalidades esportivas.

Vinícius Moura Galeno (CASO-DF), campeão recentemente dos Jogos Sul-Americanos da Juventude, realizados na cidade argentina de Rosário, por exemplo, venceu os 400m, com o tempo de 47s14. Na mesma prova, Júlia Ribeiro (IPEC-PR), ouro em Rosário, obteve a medalha de prata, com 55s54.

Tainara Mees (Itapiranga-SC) ganhou duas medalhas em provas individuais. Foi ouro nos 200m (24s12) e prata nos 100m (12s05). Vanessa Sena dos Santos (AD Centro Olímpico-SP) terminou em quarto lugar nos 200m (24s77), mas levou o ouro no salto em distância, com 6,19 m.

Elias Oliveira dos Santos (Associação Atletismo Superação Beneficente-PA) assegurou o primeiro lugar nos 800m, com 1min50s38, enquanto Lays Cristina Rodrigues (Corville-SC) venceu os 100m com barreiras, com 13s36.

O Brasil ganhou medalhas de ouro também nos revezamentos masculinos. O 4x100m, por exemplo, completou a prova no Stade Hélitas de Caen em 42s58 e, no 4×200 , a equipe fechou em 4min29s10. No feminino, duas medalhas de prata com 46s92 no 4x100m e 5min16s66 no 4x200m.

O Brasil ganhou ainda prata no salto em distância, com a marca de 7,19m de Matheus Barros (AA Paranavaí-PR) e de bronze com Thiago Resende (Luasa-SP) nos 110m com barreira, com 13s74 e Luísa Lummertz Lopes (Mampituba-SC), no salto em altura, com 1,71m.

Futebol