PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fortaleza vence Sport em jogo tenso e é campeão da Copa do Nordeste

3.4.22 - Fortaleza celebra título da Copa do Nordeste - MARLON COSTA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
3.4.22 - Fortaleza celebra título da Copa do Nordeste Imagem: MARLON COSTA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

03/04/2022 20h38

O Fortaleza é campeão da Copa do Nordeste de 2022. Neste domingo, o time venceu o Sport por 1 a 0 em casa, na Arena Castelão, e conquistou o título regional pela segunda vez em sua história. Em um jogo tenso marcado pelas decisões da arbitragem, o Leão do Pici marcou seu gol da vitória ainda no primeiro tempo, em cobrança de pênalti de Yago Pikachu. Nos minutos finais, uma queda de energia ameaçou suspender o jogo, mas a situação foi corrigida.

O jogo da ida, em Pernambuco, terminou em empate por 1 a 1 e, com a vitória simples, o Fortaleza se sagrou campeão e, agora, se iguala ao seu rival, o Ceará, no número de conquistas da Copa do Nordeste, levando o estado a um total de quatro títulos da competição.

Agora, o Fortaleza se prepara para sua estreia pela Copa Libertadores. Nesta quinta-feira, às 19 horas (de Brasília), o time recebe o Colo Colo, do Chile, na Arena Castelão pela primeira rodada da fase de grupos do torneio. O Sport, por outro lado, disputa as quartas de final do Campeonato Pernambucano nesta quarta-feira, às 20 horas.

Fortaleza com a bola, 1 a 0

Jogando em casa, o Fortaleza teve mais posse de bola na primeira etapa, principalmente no campo de ataque. Apesar de demorar para criar as grandes chances de gol, o time ficou mais perto do gol adversário durante o começo da partida.

Enquanto Moisés, Hércules e Renato Kayzer conseguiram boas investidas para o time da casa, Sander respondeu para o Sport, mas o jogo seguiu sem gols até os minutos finais do primeiro tempo.

Aos 45 minutos, Lucas Lima foi derrubado, cobrou a falta rapidamente e acionou Moisés. O atacante tentou o drible, mas foi derrubado por Thyere e o árbitro marcou o pênalti para o Fortaleza. Na cobrança, Yago Pikachu bateu aberto e balançou as redes. Maílson chegou a tocar na bola, mas não impediu o gol. Fim de primeiro tempo com o Leão do Pici na frente.

Sport se solta

Na segunda etapa, o Sport se abriu mais e se lançou no campo de ataque, conseguindo mais chances nos primeiros minutos. Na principal investida, o ataque foi anulado por impedimento.

Arbitragem contestada

Aos 23 do segundo tempo, Sander foi derrubado por Benevenuto quase na linha da área. O árbitro Marielson Alves da Silva deu o pênalti, mas foi chamado pelo árbitro de vídeo e, após revisão, deu falta fora da área para os visitantes, em uma decisão polêmica.

O jogo ficou parado por muito tempo e, pouco depois de a bola voltar a rolar, o VAR entrou novamente em ação. Robson deixou o cotovelo em disputa com Thyere e recebeu o cartão vermelho após interferência do árbitro de vídeo.

Apagão

Já aos 44 minutos do segundo tempo, a luz da Arena Castelão se apagou e o jogo ficou paralisado por quatro minutos. Com o retorno parcial dos refletores, o jogo voltou a ser disputado mesmo em um ambiente mais escuro do que o comum.

Na volta ao jogo, mais um lance capital de arbitragem. Após sobra de escanteio, Ewerthon aproveitou cruzamento na área e fez o gol de empate, mas o lance foi anulado por falta na origem da jogada. O jogo seguiu nervoso até o fim, com direito a confusão no banco de reservas, mas o Sport não conseguiu empatar e, assim, o Fortaleza se consagrou campeão da Copa do Nordeste de 2022.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 1 X 0 SPORT

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Data: 3 de abril de 2022, domingo

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Marielson Alves Silva

Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Elicarlos Franco de Oliveira

Cartões Amarelos: Benevenuto e Juninho Capixaba (Fortaleza) Denner, Parraguez e Bill (Sport)

Cartões Vermelhos: Robson (Fortaleza) Jorcey Anísio (Sport)

GOLS:

Fortaleza: Pikachu (27?, 1ºT)

FORTALEZA: Max Walef; Landázuri, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Hércules, José Welison, Lucas Lima e Juninho Capixaba; Moisés (Silvio Romero) e Renato Kayzer (Robson).

Técnico: Juan Pablo Vojvoda

SPORT: Maílson; Rafael Thyerre, Sabino e Chico (Alan); Ewerthon; William Oliveira (Ronaldo Henrique), Denner (Janderson) e Sander; Bill (Pedro Naressi), Parraguez e Luciano Juba

Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Futebol